Como combater a mancha-castanha?

ESPECIAL FIM DE SEMANA

Como combater a mancha-castanha?

Doença ataca as folhas das plantações de amendoim e pode gerar perdas de até 70% na produtividade
Por:
113 acessos

A mancha-castanha, que ataca as plantações de amendoim, é uma doença causada pelo fungo Cercospora arachidicola. Os sintomas são lesões arredondadas de cor castanha com bordas amarelas; elas ficam visíveis por volta de 40 dias após o plantio. Segundo estudo da Embrapa, a doença diminui a área foliar e provoca a queda prematura das folhas, podendo reduzir a produtividade em até 70%. 

O fungo que provoca a mancha-castanha é transportado pelo vento e sobrevive em restos de culturas do ano anterior. Ainda, seu desenvolvimento é favorecido por alta umidade relativa do ar e temperaturas entre 20 e 24 graus. Para evitar ou mesmo controlar a doença, é necessário fazer a rotação da cultura, usar sementes de qualidades e utilizar fungicidas

No estado de São Paulo, segundo o Instituto Agronômico de Campinas (IAC), a mancha-castanha aparece com alta incidência. Uma das maiores produtoras de amendoim se concentra no interior, na região de Jaboticabal, onde a quantidade de lavouras, entre outras condições, favorece o aparecimento da doença. O tipo mais tradicional de amendoim no Brasil, o Tatu ST, predominante no estado, ocupa de 10% a 15% da área de plantio e o ciclo varia de 90 a 100 dias. A produtividade é de cerca de 3 mil quilos por hectare, com potencial para atingir até 4 mil quilos por hectare, conforme dados do IAC.

De acordo com Antônio Nucci, gerente de produtos fungicidas da Ourofino Agrociência., a aplicação de um fungicida de qualidade e adequado para o controle da mancha-castanha é imprescindível. "A boa cobertura de todos os tecidos da parte aérea das plantas é fundamental para o sucesso de controle das doenças, independente do equipamento utilizado (terrestre ou aéreo), e o Nillus promove essa prevenção”, diz Nucci. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink