Como serão as chuvas na primeira quinzena de maio?
CI
Imagem: Pixabay
PREVISÃO

Como serão as chuvas na primeira quinzena de maio?

Quebra no bloqueio atmosférico pode trazer chuvas no Brasil central
Por: -Aline Merladete

Maio é um mês caracterizado pelo início da estação seca na parcela mais central do país. E isso ocorre devido ao padrão de circulação típico desta época do ano. Há regiões do país que, tipicamente, recebem pouca ou nenhuma chuva ao longo do mês. Porém o que as projeções estão indicando nesta primeira metade do mês de maio é uma quebra neste padrão típico da época do ano. 

A quebra do bloqueio atmosférico, vai permitir que um corredor de umidade se forme entre a região amazônica e centro-sul do país, levando chuvas até mesmo para o leste do Mato Grosso, norte do Goiás e norte de Minas Gerais. Áreas que historicamente recebem pouca chuva no período.

Isso vai ocorrer principalmente nesta segunda semana do mês, devido ao avanço de duas frentes frias ao longo do período. Os volumes podem superar os 50 mm em alguns pontos do Mato Grosso do Sul e sul do Goiás.

Contudo, os grandes destaques para esta primeira quinzena são os volumes expressivos nos extremos do país. Já nesta primeira semana, o desenvolvimento de um ciclone sobre o continente vai trazer riscos para chuvas intensas e expressivas entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nessas localidades algumas projeções colocam volumes acima dos 500 mm ao longo de 15 dias, superando em até duas vezes o volume esperado para o mês. 

No extremo norte do território nacional, também são esperadas chuvas significativas. Entretanto, os volumes esperados são correspondentes ao que ocorre no mês. E um dos principais fatores que contribuem para isto é o posicionamento do corredor de umidade conhecido como Zona de Convergência Intertropical.

Por fim, apesar das chuvas volumosas e relativamente bem distribuídas, algumas áreas do centro norte podem ficar sem o registro de chuvas no período. Mas, novamente, é de se esperar este comportamento na região. E as áreas que poderão ser impactadas por isto ficam ao norte do Goiás, sul do Tocantins, norte de Minas, Sul do Piauí e toda a metade oeste da Bahia. 

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.