Conab estima safra superior a 120 milhões de toneladas

Agronegócio

Conab estima safra superior a 120 milhões de toneladas

A produção no próximo ano deve superar em 1,1% a verificada em 2005/06
Por: -Giuliano
17 acessos

A Conab estima que a produção nacional da safra de grãos 2006/07 deve ser de 120,2 milhões de toneladas, o que representa 274,1 mil toneladas ou 1,1% a mais que a anterior (119,9 milhões/t). Levando-se em conta o ponto médio dos intervalos inferior e superior da última pesquisa, anunciada em novembro, o aumento é de 135,4 mil/t. O novo resultado faz parte do 3º levantamento desta safra, divulgado na quarta-feira (06-12) pelo presidente da estatal, Jacinto Ferreira.

Diferentemente dos dois estudos anteriores, a definição de um número, sem os intervalos, deve-se à consolidação do plantio da maioria das culturas. Segundo Ferreira, apesar da redução de plantio de algumas culturas, o bom desempenho se mantém por causa das variações positivas do clima. Hoje, a área cultivada está calculada em 45,2 milhões de hectares, uma redução de 4,4% em relação à safra de 2005/2006 (47,3 milhões/ha). O motivo está na baixa cotação dos produtos no mercado e na desvalorização cambial.

A exceção fica por conta do algodão e do feijão 1ª safra que apresentaram, respectivamente, crescimento de 178,2 mil/ha (20,8%) e 109,4 mil/há (8,9%). As maiores baixas do trigo, com 609,6 mil/ha (25,8%), fixando-se em 1,8 milhão/ha, e da soja com encolhimento de 1,6 milhão/ha (7,1%), totalizando 20,7 milhões/ha de área plantada.

Para realizar o estudo, cerca de 54 técnicos da Companhia estiveram em campo no período de 19 a 25 de novembro. Eles entrevistaram representantes do setor produtivo, como cooperativas, associações e órgãos públicos e privados, em 410 municípios das regiões produtoras.

Soja:

Por outro lado, a produção da oleaginosa será a maior da história, com 54,7 milhões/t, um aumento de 1,3 milhão/t (2,4%) superior à da safra passada, de 53,4 milhões/t. O incremento ocorre por causa da recuperação da produtividade que no ciclo anterior sofreu queda devido à estiagem.

Milho:

O grãos 1ª safra deve ficar em 33,6 milhões/t, com aumento de 1,8 milhão/t (5,7%) a mais sobre os números da colheita passada, de 31,8 milhões/t.

Algodão:

O produto em pluma deve apresentar 1,34 milhão/t, aumento de 305 mil/t (29,4%). A colheita anterior fechou em 1,04 milhão/t.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink