Conab negocia mais de 140 mil ton de produtos

Agronegócio

Conab negocia mais de 140 mil ton de produtos

Cinco operações de venda direta de estoques públicos de milho serão realizadas nesta quinta-feira
Por:
1138 acessos
Cinco operações de venda direta de estoques públicos de milho e uma de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP) de sisal serão realizadas nesta quinta-feira

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), empresa pública ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, comercializa, nesta quinta-feira, 5 de maio, 140,5 mil toneladas de milho e sisal.

O leilão de milho envolve cinco operações de venda direta de estoques públicos de 138,3 mil toneladas. Todo o volume provém de dois estados: 100,2 mil t do Mato Grosso e 38,1 mil t de Minas Gerais. Poderão participar do leilão avicultores, suinocultores, bovinocultores (de leite e de corte), cooperativas de criadores de aves, de suínos e de bovinos (de leite e de corte), indústrias de ração para avicultura, suinocultura e bovinocultura, indústrias de insumo para ração animal e indústrias de alimentação humana à base de milho.

Serão leiloadas 2,15 mil toneladas de sisal bruto da safra 2010/2011, produzido nos estados da Bahia (2 mil t) e da Paraíba (150 t). O Prêmio para Escoamento do Produto (PEP) será pago a indústrias de beneficiamento ou comerciantes que comprovarem a compra de produtor rural e/ou sua cooperativa, por valor não inferior ao preço mínimo fixado pelo governo federal. O destino final do produto não poderá ser os estados produtores (Bahia e Paraíba).

Desde o início do ano, 14 leilões comercializaram 2 milhões de toneladas de milho. De sisal, foram 13 operações de Prêmio para Escoamento do Produto (PEP), com a negociação de 34,5 mil toneladas da fibra.

Saiba mais

Venda direta de estoques públicos – É realizada por meio de leilões para regular o abastecimento e o preço dos produtos agrícolas.

Prêmio para Escoamento de Produto (PEP) – O governo concede um valor à agroindústria ou cooperativa que adquire o produto pelo preço mínimo diretamente do produtor rural e o transporta para região com necessidade de abastecimento. Este instrumento desonera o governo da obrigatoriedade de comprar e estocar o produto.

Confira os avisos nº 135, 136, 137, 138139 (venda de milho) e 133 (PEP de sisal).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink