Conab promove hoje leilão dos estoques de milho

Agronegócio

Conab promove hoje leilão dos estoques de milho

Pela primeira vez em 2007, a Conab vai ofertar estoques de posse do governo
Por: -Redação
11 acessos

Pela primeira vez este ano, a Conab vai desovar os estoques de milho que estão sob a posse do governo federal. O leilão para a venda da mercadoria será realizado hoje (11-01) com a participação de 60,068 mil toneladas de Mato Grosso. O volume representa 33,35% das 180,068 mil toneladas de milho que serão leiloadas no País. Além do Estado, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul também participarão do pregão.

Dois dos leilões de venda de milho permitem que compradores de qualquer lugar do País arrematem a produção. Já na modalidade de Valor de Escoamento da Produção (VEP), a mercadoria pode ser vendida para avicultores, suinocultores e indústrias de ração animal das regiões Norte (exceto Rondônia e Acre) e Nordeste, além do Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

De acordo com o coordenador da Prospecta Corretora de Commodities, Wilson Bezerra, os estoques de milho serão vendidos em média a R$ 12,42 a saca. No mercado, porém, os preços estão na faixa de R$ 16 a saca (valores praticados em Itiquira e na Serra da Petrovina). Com a desova da mercadoria que está com o governo, é possível que haja preção sobre o preço, que tende a baixar.

Bezerra, considera, no entanto, que não quer dizer necessariamente que a atuação do governo federal seja para baixar os preços. Ele lembra que o País está iniciando a colheita de uma nova safra e que é necessário esvaziar os armazéns para receber a nova produção de grãos. “Não é possível comparar com os leilões de soja, mas a tendência é que sejam feitos bons negócios”, diz.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink