Concurso dos cafés especiais entra na etapa internacional

Agronegócio

Concurso dos cafés especiais entra na etapa internacional

Provadores e profissionais de diversos países selecionarão os lotes
Por: -Redação
1 acessos

O 8º Concurso de Qualidade Cafés do Brasil - Cup of Excellence (CoE) entra na próxima segunda-feira (04-12) na etapa final, que é a do Júri Internacional. Durante toda a semana, 31 provadores e profissionais de compra de torrefadoras e lojas de café de diversos países estarão reunidos na Universidade Federal de Viçosa, no Sul de Minas, cumprindo a tarefa de selecionar os lotes que serão os campeões desse certame que é promovido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, na sigla em inglês), com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da APEX-Brasil, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

“Temos verdadeiros diamantes entre os lotes concorrentes”, avalia o provador e classificador Sílvio Leite, conselheiro da BSCA e presidente dos Júris Nacional e Internacional. Ao todo, o concurso contou com 352 lotes inscritos. Foram pré-selecionados 150 que passaram pelo crivo dos jurados na etapa nacional, que termina neste sábado. 60 deverão ir para o Júri Internacional. O resultado será divulgado sexta-feira (08-12).

A tarefa dos jurados é provar, separadamente, cada um dos lotes de café, anotando em um formulário, numa escala de 0 a 100, notas para propriedades como corpo, sabor, doçura e grau de acidez de cada uma das amostras. A nota de corte do júri nacional foi de 84 pontos. “O Júri Internacional terá um trabalho imenso nesta seleção, porque temos diversos lotes com notas acima de 90 pontos. São verdadeiras jóias”, diz Sílvio Leite. Com essa metodologia de avaliação sensorial, os provadores podem discernir sabores diversos, como achocolatado, amendoado ou caramelado. “São essas propriedades que diferenciam os cafés especiais”, explica Leite.

Cup of Excellence

O prêmio para os vencedores é a comercialização dos lotes no exclusivo leilão do Cup of Excellence, realizado pela internet e já agendado para 16 de janeiro de 2007. Altamente disputado, participam desse leilão compradores mundiais, que pagam preço recorde pelos lotes finalistas.

Em 2005, o vencedor do concurso foi o produtor Francisco Isidoro Dias Pereira, da Fazenda Santa Inês, de Carmo de Minas (MG). O seu lote de 25 sacas de café cereja descascado da variedade Bourbon foi vendido por R$ 178.471,72 , ou R$ 14.872,90 a saca de 60 kg (valores que equivalem a US$ 78,969.79 e US$ 6,580.93, respectivamente, considerando-se a taxa do dólar de R$ 2,26 no dia do leilão, 10 de janeiro). Os compradores foram duas lojas de cafés: a australiana Espresso (Instaurator), e a canadense Caffe Artigiano.

O lote de Francisco Isidro conquistou o Prêmio Especial Gold Cup of Excellence, com a nota recorde de 95,85 pontos (em uma escala de zero a 100), a maior registrada em todos os 22 Cups já realizados em todos os países que aderiram a este concurso criado no Brasil em 1999 e, a partir de 2003, adotado também por El Salvador, Nicarágua, Honduras, Bolívia e Colômbia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink