Concurso Internacional de Cafés do Comércio Justo anuncia vencedores
CI
Agronegócio

Concurso Internacional de Cafés do Comércio Justo anuncia vencedores

Vitoriosos têm produtos vendidos em leilão para compradores do Brasil e dos Estados Unidos
Por:
Foram divulgados na sexta-feira (24), em Belo Horizonte, os vencedores do I Concurso Internacional de Cafés do Comércio Justo (Fair Trade). Na categoria café natural, a primeira colocação ficou com a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo (Coopfam), representada pelo produtor rural Luiz Adalto de Oliveira. O produto foi leiloado e o café Bom Dia adquiriu 20 sacas de US$ 7,20 por libra.

Na categoria café cereja descascado, o primeiro lugar ficou com a Cooperativa dos Cafeicultores das Montanhas do Espírito Santo (Pronova). O produto foi leiloado ao valor de US$ 3,00 por libra e também foi comprado pelo café Bom Dia. Os três primeiros colocados de cada categoria receberam prêmios nos valores de R$ 500,00 (terceiro lugar); R$ 750,00 (segundo) e R$ 1.000,00 (primeiro).

A cerimônia de premiação foi realizada na sexta-feira (24) na sede do Sebrae/MG e contou com a presença de produtores rurais de Minas Gerais e do Espírito Santo, juizes degustadores dos Estados Unidos e do Peru e compradores brasileiros e norte-americanos.

O I Concurso Internacional de Cafés do Comércio Justo foi realizado pela Transfair, organização não-governamental norte-americana, com apoio do Sebrae/MG e do Café Bom Dia. O concurso visa estimular a melhoria da qualidade do café de Comércio Justo produzido no Brasil.

A premiação faz parte do projeto Parceria de Fornecimento Responsável, que prevê investimentos de US$ 1,9 milhão durante três anos consecutivos para treinamentos técnicos e infra-estrutura para cooperativas, beneficiando 4.500 pequenos cafeicultores em Minas Gerais.

O projeto é uma parceria entre a TransFair USA, Usaid, Café Bom Dia, Sam’s Club e Wal-Mart. O objetivo do projeto é promover pequenos produtores de café brasileiros no mercado global, expandindo e incrementando a qualidade do produto e melhorando a capacidade de gerencial e as habilidades comerciais dos agricultores. A Parceria de Fornecimento Responsável tem o apoio do Sebrae/MG, BSD Consulting, Agricafe e Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC).

O pagamento de preços justos a pequenos produtores que respeitam o meio ambiente, seguem a legislação trabalhista e seguem rígido controle de qualidade diferencial de preço é uma das maiores vantagens do Comércio Justo.

O Sebrae/MG apóia o Comércio Justo e desenvolve projetos para a melhoria da qualidade do produto, diminuição dos custos de produção, fortalecimento do setor e aumento das exportações. O projeto beneficia cerca de 500 cafeicultores da Zona da Mata e do sul de Minas Gerais.
Resultado do 1º Concurso Nacional Cafés Fair Trade

Categoria Café Natural
1º lugar - Luiz Adalto De Oliveira (Coopfam)
2º lugar - Juares Carlos Pereira (Coocaminas)
3º lugar - José Carlos de Paiva (Coopfam)
Categoria Cereja Descascado
1º lugar - Francisco Braga (Pronova)
2º lugar - Evandro Cisconeti (Pronova)
3º lugar - Carlos Alberto Attos (Pronova)

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.