Condições para acerto de financiamento beneficiará produtores em AL

Agronegócio

Condições para acerto de financiamento beneficiará produtores em AL

De acordo com a Fetag-AL, cerca de 30 mil pequenos produtores serão beneficiados
Por:
2296 acessos
Os produtores rurais que possuem dívidas contraídas através de financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) com o Banco do Nordeste até 15 de janeiro de 2001 e com valor até R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) têm a oportunidade de liquidar suas dívidas. A Lei 12.249/2010 e do Decreto nº 7.339, publicadas em outubro do ano passado, trouxe esperança para o campo. Em Alagoas, de acordo com a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag-AL), cerca de 30 mil pequenos produtores serão beneficiados.

Segundo o decreto os produtores que adquiriram empréstimos de até R$ 1 mil até janeiro de 2001 e possuem dívidas de até R$ 10 mil (renegociadas ou não) podem pedir a anistia da dívida. O presidente da Fetag/AL, Genivaldo Oliveira, explicou que a Federação volta na próxima semana a discutir o calendário de reuniões para elaboração de uma cartilha que esclarecerá todos os benefícios e consequências na adesão do plano.

“Vamos sentar com os sindicatos para esclarecer ao produtor que a negociação tem suas consequências. No caso da anistia da dívida muitos não sabem que após quitá-la o nome do produtor sofrerá restrições ao crédito, então nesses casos seria melhor aderir ao rebate do que ficar sem acesso a novos créditos”, explicou o presidente da Fetag/AL.

Genivaldo Oliveira ressaltou a importância da aprovação da Lei 12.249/2010 e revelou que o universo de agricultores que serão beneficiados pela remissão da dívida só não é maior porque até janeiro de 2001 o PRONAF não atendia a demanda da agricultura familiar em Alagoas. “O juros até janeiro de 2001 eram incompatíveis com a realidade, por isso as dívidas se transformaram em impagáveis. A adesão ao programa só aconteceu em maior escala a partir de 2002”, contou.

A Fetag/AL tem até novembro para mobilizar todos os sindicatos e esclarecer sobre os planos de remissão e rebate para liquidação das dívidas. Conforme divulgou o Banco do Nordeste, no caso da negociação para rebate da dívida só poderão ser negociados empréstimos contratados entre janeiro de 2005 e dezembro de 2006, pelo valor de até 1.500,00. Esses terão 60% de desconto para fins de liquidação.

As informações são de assessoria de imprensa.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink