Conferência debate redução de morte de animais em catástrofes nas Américas

Agronegócio

Conferência debate redução de morte de animais em catástrofes nas Américas

Evento na Bolívia, promovido pela OIE, reúne representantes de 30 países do continente
Por:
220 acessos

As ações para reduzir a mortalidade de animais causadas pelas catástrofes naturais (terremotos, enchentes, tornados, tsunamis e outros) serão discutidas durante a 23ª Conferência da Comissão Regional da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) para as Américas. O evento começou nesta segunda-feira (14) e vai até sexta-feira (18), em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia. O diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques, representa o Brasil na reunião.
 
A conferência reúne representantes dos 30 países do continente. A reunião da comissão da OIE para as Américas é realizada a cada dois anos. A última foi no México. A diretora-geral da OIE, Monique Eloit, participará das discussões. No próximo 21, a diretora será recebida pelo ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). 
 
Segundo Guilherme Marques, que preside a Comissão Regional da OIE para as Américas, os efeitos dos desastres naturais vêm sendo cada vez mais devastadores. Há dois anos, lembrou, 500 mil animais morreram durante enchente na Bolívia.
 
Também serão tratadas na conferência as ações de prevenção à gripe aviária; a resistência aos antimicrobianos; a contribuição das Américas e a estratégia mundial para o controle da febre aftosa; e os desafios do comércio internacional de animais e de produtos de origem animal, entre outros temas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink