Agronegócio

Conselho de Desenvolvimento Econômico aprova recursos para realizações de feiras agropecuárias

O CDE aprovou apoio financeiro da ordem de R$ 1 milhão, para a realização de 22 feiras agropecuárias.
Por:
675 acessos

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (CDE), presidido pelo secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, Alexandro de Castro, aprovou nesta terça-feira, 7, durante reunião ordinária dos representantes do órgão colegiado, apoio financeiro da ordem de R$ 1 milhão, para a realização de 22 feiras agropecuárias  que acontecerão até ao final deste ano em municípios do Tocantins.

Já tradicionais no Tocantins, os eventos agropecuários são realizados com o propósito de promover e aumentar a produtividade, competitividade, sustentabilidade, perenidade e melhoria nos processos de gestão dos empreendimentos rurais, por meio do fomento a inovação, fortalecimento do empreendedorismo e difusão de tecnologias sociais e de produção. Além disso, as feiras buscam ampliar as oportunidades de negócios, emprego, renda, cultura e cidadania no campo, por meio de ações de mercado e conhecimento gerado e disseminado ao longo das exposições.

Serão contempladas com recurso do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE) as feiras e exposições nos municípios de Palmas, Abreulândia, Arapoema, Marianópolis, Tocantinópolis, Araguaçu, Almas, Lagoa da Confusão, Augustinópolis, Fortaleza do Tabocão, Aliança do Tocantins, Dois Irmãos, Colinas do Tocantins, Araguatins, Ponte alta do Bom Jesus, Alvorada, Xambioá, Dueré, Porto Nacional, Figueirópolis, Dianópolis e Pedro Afonso.

O secretário Alexandro de Castro considerou de fundamental importância o apoio à realização dessas feiras por promover o fomento e desenvolvimento do agronegócio no Tocantins. No ano passado, com o apoio financeiro do FDE, o Estado contribuiu  para o alcance de resultados positivos com a geração de cerca de R$ 170 mi em negócios realizados.

CDE
O Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico do Tocantins é composto por representantes de algumas pastas do Governo e de instituições de representação de classe, como a Federação das Indústrias do Tocantins (Fieto), a Federação Comercial do Tocantins (Fecomércio), a Federação das Associações Comerciais e Industriais do Tocantins (Faciet), entre outras.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink