Conservação do solo melhora fixação de nitrogênio

Imagem: Marcel Oliveira

FERTILIZANTES

Conservação do solo melhora fixação de nitrogênio

Os cuidados resultam em mais produtividade da soja, do milho e do feijão
Por: -Eliza Maliszewski
6331 acessos

O nitrogênio é um nutriente fundamental na agricultura para bons resultados de rendimento em culturas como soja, milho e feijão. Apesar de abundante na atmosfera, o nitrogênio molecular não pode ser absorvido pelas plantas. Exceto pelos microrganismos fixadores ou via adubação nitrogenada.

A perda de nitrogênio no solo ocorre por fatores como remoção pelas colheitas, lixiviação, erosão, desnitrificação, volatilização da amônia entre outras. Desses, um dos principais meios de perder nitrogênio na atmosfera é pela volatilização.  Um manejo correto do solo pode reduzir a perda por esse fator e ainda aumentar a eficiência na absorção.

O produtor deve levar em conta que o uso de fertilizantes que ajudem a reduzir a volatilização é importante para garantir que esse nutriente seja mais bem aproveitado pelas plantas.  

Outro importante aspecto a se considerar é o papel dos microrganismos na fixação do nitrogênio presente no solo e fornecido através da nutrição com fertilizantes nas plantas. Esses microrganismos, conhecidos como rizóbios, convivem em uma relação de simbiose com as plantas, alimentando-se de nutrientes fornecidos por elas. Em troca, eles fornecem o nitrogênio para as raízes. Durante o desenvolvimento das culturas de soja e o feijão, isso acontece em uma fase chamada de nodulação. Plantas com alto teor de nodulação têm um maior rendimento de grãos e maior produtividade. 

Outro fator a se observar é que deve ser fazer o uso de soluções que não sejam prejudiciais ao microbioma. Fertilizantes com alto teor de cloro, como o Cloreto de Potássio (KCl) têm alto potencial biocida, o que elimina o delicado sistema de microrganismos que ajuda as plantas a fixarem mais nitrogênio.  

Isso acontece por causa dos distúrbios fisiológicos provocados pelo excesso dos íons de Cloro presentes nesses fertilizantes, como o aumento da salinidade. Esse efeito se dá quando há um acúmulo de cristais salinos no solo e tem um impacto direto nos microrganismos que compõem a microbiota do solo. 

** Baseado no artigo de Cristiano Veloso, fundador e CEO da Verde Agritech, mineradora inglesa. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink