Consumo de suínos cai 2% na Rússia

Agronegócio

Consumo de suínos cai 2% na Rússia

Por:
178 acessos

Um dos principais objetivos estratégicos da Rússia no desenvolvimento do mercado da carne suína, bem como o de aves, é a substituição de importação. Atualmente, a cota de carne suína importada é de 20%. Até 2012, a produção interna de carne suína deve substituir totalmente a importação. Em 2008, foi observado um substancial crescimento, de quase 30%, nos preços dos suínos. Ele foi relacionado com o crescimento dos custos de produção, principalmente por causa do aumento dos preços da alimentação dos animais.

A dinâmica da produção, no período de 2003-2008, foi instável. Devido à redução de gado suíno, má qualidade dos criatórios e lacunas no fluxo de investimentos, o crescimento da produção do setor foi muito inconstante, com altas e baixas. No entanto, antes de 2005, a produção de suínos tinha mostrado um crescimento positivo, como resultado do sistema de cotas e valores introduzido em 2003, permitindo um aumento dos preços no mercado interno e crescimento da rentabilidade da produção.

Apesar dos grandes investimentos na produção de suínos, depois de 2005, a indústria não apresentou resultados mais elevados, como, por exemplo, o setor avícola. Um dos motivos é o longo período de produção das explorações suinícolas, de dois a dois anos e meio. Atualmente, os principais produtores da indústria agropecuária russa, como PRODO, BELOGORJE e APH MIRATORG,têm os suínos como uma das principais linhas de negócio. Juntos, eles detêm 16% do mercado regulador de peso vivo.
Fonte : Redação PorkWorld


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink