Contas da Expointer perto do azul

Agronegócio

Contas da Expointer perto do azul

Montagem de estrutura do alojamento dos peões começou no parque Assis Brasil, em Esteio
Por:
163 acessos

A despeito das dificuldades na negociação de cotas de patrocínio, o Estado está perto de equilibrar o caixa da Expointer 2009. Com custo estimado em R$ 4 milhões, a organização da mostra assegurou, até agora, R$ 2,7 milhões. Do total, R$ 1,6 milhão virá da cessão do direito de exploração da bilheteria e R$ 1,1 milhão, da locação de espaços por indústrias, a ser repassado pelo Simers. A Comissão Executiva da feira espera fechar a conta com superávit, assim como nas duas edições anteriores. Para isso, conta com a confirmação do aluguel de outros 123 espaços no parque Assis Brasil, já reservados, mas ainda não pagos, e injeção de recursos públicos e privados.
Até o começo da exposição, no dia 29, a esperança para obter mais verba são estatais gaúchas, já que não houve sucesso na busca de apoio financeiro em 31 empresas procuradas no primeiro semestre. As cotas são negociadas pelo Comitê Social do governo estadual. Segundo o presidente da comissão executiva, Antônio Alves, o superávit é importante para que seja possível realizar novos investimentos e melhorar a estrutura do parque.

Nesta edição, serão concluídos investimentos de R$ 2,2 milhões, 48,9% dos R$ 4,5 milhões disponíveis. Além de burocracia e prazo curto, projetos como a construção de baias para equinos e de pavilhão permanente para os peões – que custariam R$ 5 milhões – foram abortados por falta de dinheiro. Na terça-feira, o secretário da Agricultura, João Carlos Machado, disse que o Estado pretende investir, em 2010, em um pavilhão de alimentação, uma estrutura de selaria, 328 baias de equinos e um pavilhão para ovinos, este último em parceria com a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco).

Ontem, começaram a ser colocadas as estruturas metálicas e os toldos sob os quais serão construídos os alojamentos para os peões. A expectativa é que o trabalho termine na quinta-feira da próxima semana. Contudo, a programação depende da chegada dos contêineres em que funcionarão os banheiros, prevista para domingo. No dia 14, deve se iniciar a colocação do piso e da parte elétrica e a montagem dos quartos e dos beliches. Ao todo, 420 pessoas serão abrigadas em três espaços de 750 metros quadrados cada. "A armação do toldo foi adiantada por causa do clima. Está tudo no cronograma", diz Dorvalino de Lima, da JF Toldos. No parque, equipes também trabalham em novas baias para bovinos de leite.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink