Agronegócio

Contratos ainda dividem cadeia citrícola

Produtores reclamam que nem todas as grandes indústrias estão aplicando o reajuste acertado
Por: -Juliano Basile e Fernando Lopes
1 acessos
Anunciado no início de agosto, após três meses de negociações mediadas pelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP), o acordo entre citricultores e indústrias de suco de laranja em torno de um reajuste emergencial dos contratos de fornecimento da fruta para a produção da bebida ainda é motivo de divergências e provoca celeuma.


Produtores, sobretudo aqueles reunidos na Associação Brasileira de Citricultores (Associtrus), reclamam que nem todas as grandes indústrias estão aplicando o reajuste acertado - até hoje não assinado -, e representantes destas dizem que a correção dos contratos de longo prazo para um piso de US$ 4 por caixa de 40,8 quilos está, sim, sendo feita.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink