Cooperação e inovação no meio rural favorecem pecuária leiteira

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Cooperação e inovação no meio rural favorecem pecuária leiteira

Este é o tema da 13ª SIT que será realizada entre os dias 3 e 7 de maio de 2021 em Minas Gerais
Por:

Cadeia Produtiva do Leite, Desafios e Oportunidades. Este é o tema da 13ª Semana de Integração Tecnológica (13ª SIT), que será realizada entre os dias 3 e 7 de maio de 2021, em Sete Lagoas, em Minas Gerais. A SIT é composta por diversas atividades que acontecem simultaneamente. Em função da pandemia da covid-19, neste ano, o evento será 100% online.

Para apresentar inovações que, com ações de cooperação, podem conduzir a melhorias para os produtores de leite e suas organizações, o seminário do dia 5 de maio, quarta-feira, apresentará o tema “Pecuária leiteira - Cooperação e inovação no meio rural”. Este seminário acontecerá das 18h às 20h30. Durante a semana, acontecerão cursos e dia de campo com temas complementares.

O coordenador técnico regional da Emater Minas em Sete Lagoas, Walfrido Albernaz, ressalta que na mesa redonda do seminário, onde estarão presentes diferentes representantes da cadeia produtiva do leite, “será possível conhecer experiências exitosas de parcerias para aprimoramento tecnológico dos pecuaristas. Vamos apresentar o trabalho da Superleite, da cidade de Pompéu, as experiências de agregação de valor pela produção do queijo artesanal do Serro e as ações da Cooperativa Central dos Produtores Rurais em busca da qualidade do leite. Mostraremos também a assistência da Emater ao produtor e a contribuição do Instituto Cândido Tostes para a pesquisa e o apoio aos programas de qualidade e inovação na cadeia produtiva do leite”.

Segundo Walfrido, o tema tem muito a ver com a necessidade de aperfeiçoamento da atividade leiteira, diante dos grandes desafios que o mercado coloca e da necessidade de capacitação para enfrentá-los. “A inovação é um estímulo à mudança com intuito de solucionar problemas, como a questão do custo de produção, a necessidade de aperfeiçoamento tecnológico e de investimento em estruturação da atividade. Todos estes ligados à gestão dos empreendimentos. Isto requer a cooperação entre os grupos de produtores, e destes mesmos atores com as instituições que atuam no segmento, para que as mudanças ocorram de forma planejada, organizada e sustentável ao longo do tempo”, enumera Albernaz.

Atividade leiteira requer habilidades

Segundo Walfrido Albernaz, a atividade leiteira exige várias habilidades dos produtores, que são verdadeiros desafios. “Além do trabalho diário da produção do leite e, em alguns casos, da fabricação de derivados (queijo, manteiga, requeijão), os proprietários devem gerir as despesas (compras, consumo, mão de obra) e as receitas com as vendas de animais, do leite e seus derivados. Precisam também planejar investimentos e decidir por sistemas de produção, para obterem lucro”, diz o coordenador da Emater Minas.

Ele afirma que aí reside uma complexidade muito grande, e os resultados quase sempre demoram a ser auferidos. O setor leiteiro é um dos pilares da economia rural do estado de Minas Gerais, e a Emater, em seus 72 anos de existência, sempre acompanhou e apoiou esta atividade, com o suporte essencial da pesquisa e das instituições de ensino. Assim, a transformação desse segmento tão importante na economia rural é visível, pois com cada inovação houve um ato de cooperação, que permitiu sua análise, avaliação e difusão para vir a ser adotada, bem como a contribuição para a evolução da cadeia produtiva do leite.

Cerimônia de abertura da 13ª SIT

A cerimônia de abertura da 13ª Semana de Integração Tecnológica acontecerá dia 3 de maio, a partir das 18 horas, e será realizada pelo chefe-geral da Embrapa Milho e Sorgo, Frederico Ozanan Machado Durães. Em seguida, haverá duas palestras: “Indicadores técnicos e econômicos da pecuária leiteira em Minas Gerais”, por Christiano Nascif,  Superintendente do Senar Minas, e “Novas oportunidades de agregar valor ao leite”, por Paulo do Carmo Martins, chefe-geral da Embrapa Gado de Leite.

Em 2021, a SIT será realizada pela Embrapa Milho e Sorgo, Emater-MG, Epamig, KWS Sementes, Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e pelo Sistema Faemg /Senar-MG. Além disso, contará com diversos parceiros, fundamentais para a realização do evento.

As atividades da SIT relacionadas à pecuária leiteira são coordenadas pelo analista Silvio Torres Pessoa, da Embrapa Milho e Sorgo, e pelo coordenador técnico regional da Emater Minas, Walfrido Albernaz.

Serviço:

Participe da 13ª SIT! Conheça a programação e se inscreva!

Seminário: “Pecuária leiteira - Cooperação e inovação no meio rural”
Dia: 5 de maio de 2021, quinta-feira
Horário:  18h às 20h30Dia de Campo Pecuária Leiteira

Dia de Campo Pecuária Leiteira
Dia: 06 de maio de 2021
Horário: 09h30 às 12h00

Estação 1 - Programa para melhoria da qualidade de silagem
Estação 2 - Programa de melhoria do rebanho leiteiro com o uso de inseminação artificial
Estação 3 - Sistema de produção vaca de leite e bezerro de corte
Estação 4 - Importância do serviço veterinário oficial para a cadeia produtiva da pecuária

Fique atento, pois os seminários, dias de campo, cursos e lives são independentes, e as inscrições precisam ser feitas separadamente.

Programação: http://www.sit2021.com.br/index.php?page=programacao

Inscrição: http://www.sit2021.com.br/index.php?page=cadastro

Contato: http://www.sit2021.com.br/index.php?page=contato

e-mail: sit@embrapa.br


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink