Cooperativas de crédito pedem mais recursos do FCO para pequenos e médios produtores

Agronegócio

Cooperativas de crédito pedem mais recursos do FCO para pequenos e médios produtores

O pleito foi endossado pelo setor do agronegócio e comércio.
Por:
656 acessos

Cooperativas de crédito em Mato Grosso solicitaram ao Governo do estado o acesso a mais recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) para beneficiar pequenos e médios produtores. O pleito foi endossado pelo setor do agronegócio e comércio.

O pedido da ampliação de acesso a recursos do FCO para beneficiar os pequenos e médios produtores de Mato Grosso foi feito pelas instituições de cooperativas de crédito Sicredi e Sicoob ao governador Pedro Taques. A intenção é permitir que os produtores possam acessar as linhas de financiamento do FCO em sua própria agência.

Hoje, tanto o Sicredi quanto o Sicoob podem acessar os recursos do FCO, porém com valores limitados e aquém da capacidade e do número de agências localizadas em Mato Grosso.

Durante a reunião com o governador Pedro Taques, o presidente do Sicredi, João Carlos Spenthof, destacou que tais recursos irão beneficiar não apenas os produtores, mas também o setor do comércio e indústria, que utilizarão o FCO para o desenvolvimento do Estado. Segundo ele, uma maior liberação para as cooperativas de crédito facilitará "para que o cooperado consiga o crédito dentro de sua própria cooperativa que já atende todas as suas necessidades de créditos e recursos financeiros".

Ainda segundo Spenthof, Taques irá encaminhar o pleito aos ministros da Agricultura e Integração.

Conforme o Governo de Mato Grosso, a reunião entre o governador, o Sicredi e o Sicoob contou com a participação da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Associação dos Criadores der Suínos de Mato Grosso (Acrismat) e Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), além da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT).

Na ocasião o presidente da Aprosoja, Endrigo Dalcin, destacou que "O FCO é uma linha de credito que tem atendido com taxas melhores do mercado e tem um portfólio grande de itens financiáveis. O Sicredi e Sicoob estão mais próximos do produtor e esse acesso mais facilitado é o que nós queremos. Hoje os custos estão em elevação e precisamos de crédito com juros compatíveis com as atividades dos produtores".


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink