Cooperativas de MS elevam exportações em 105,4%
CI
Agronegócio

Cooperativas de MS elevam exportações em 105,4%

O bom desempenho posiciona os embarques das cooperativas do Estado ao exterior como o terceiro maior em volume
Por:

As cooperativas de Mato Grosso do Sul ampliaram suas exportações em 105,4% no acumulado de janeiro a abril deste ano em relação a igual período do ano passado. O bom desempenho posiciona os embarques das cooperativas do Estado ao exterior como o terceiro maior em volume e o quinto maior em receita entre todas as unidades da Federação.

De janeiro a abril deste ano, as exportações dos cooperados sul-mato-grossenses totalizaram US$ 32,9 milhões relativos ao volume exportado de 149,5 milhões de quilos dos mais diversos produtos. Nos quatro primeiros meses do ano passado, as cooperativas do Estado haviam embarcado 72,4 milhões de quilos em produtos que renderam US$ 16 milhões; ou seja, de janeiro a abril deste ano, houve aumento de US$ 16,9 milhões na receita com as exportações.

Nos quatro primeiros meses deste ano, lideraram as exportações por cooperativas os Estados de São Paulo (US$ 424 milhões); Paraná (US$ 248 milhões); Minas Gerais (US$ 105,7 milhões) e Santa Catarina (US$ 69,2 milhões), seguidos por MS e pelos demais Estados brasileiros. Mesmo com a quinta posição em receita dos embarques, as cooperativas de MS ocuparam de janeiro a abril deste ano a terceira posição em volume exportado, atrás apenas de São Paulo (1,4 bilhões de quilos líquidos) e Paraná (732,6 milhões de kg).

Em todo o Brasil, as cooperativas responderam nos quatro primeiros meses deste ano por exportações de 2,5 bilhões de quilos em produtos que geraram receita de US$ 945,7 milhões. No primeiro quadrimestre do ano passado, as exportações brasileiras por cooperativas haviam atingido 1,8 bilhão de quilos de produtos com receita de US$ 677,4 milhões, o que comprova aumento de 39,6% na receita obtida neste ano e de 36,3% no volume embarcado.

Segundo dados divulgados pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, relativos à balança comercial dos estados, a Cooperativa Agropecuária e Industrial Ltda. (Cooagri), de Dourados, ocupa a sétima posição no ranking de cooperativas maiores exportadoras do Brasil, com receita dos embarques entre US$ 10 e US$ 50 milhões nos quatro primeiros meses deste ano.

Na 23ª posição nacional em exportações aparece a Cooperativa Agroindustrial Lar, instalada no município de Aral Moreira, que de janeiro a abril de 2007 obteve receita de entre US$ 1 milhão e US$ 5 milhões com exportações – o segundo melhor desempenho em embarques entre as cooperativas do Estado.

A 31ª posição do ranking nacional é ocupada pela C. Vale Cooperativa Agroindustrial, de Rio Brilhante, com receita de exportações também entre US$ 1 milhão e US$ 5 milhões. Aparecem ainda com destaque em vendas ao exterior a Cooperativa Agrícola Sul-mato-grossense (Copasul) e a Cooperativa dos Produtores de Cana de Açúcar (Coopernavi), ambas de Naviraí; além da Cooperativa dos Produtores do Centro-Oeste (Conacentro), de São Gabriel do Oeste. Cada uma destas três, segundo a balança comercial, apresentou receita de até US$ 1 milhão com as exportações no acumulado dos quatro primeiros meses deste ano.

No primeiro quadrimestre de 2007, as exportações de MS totalizaram pouco mais de US$ 370 milhões, representando aumento de 34% em relação a igual período de 2006. A cifra comprova que as cooperativas do Estado responderam por 9% de tudo o que foi exportado por MS no período.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink