Cooperativas do Paraná exportaram US$ 992 milhões em 2004

Agronegócio

Cooperativas do Paraná exportaram US$ 992 milhões em 2004

Por:
1 acessos

As 25 cooperativas de produção agropecuária do Paraná contribuíram com 49,5% das exportações de todas as cooperativas brasileiras, de 27 estados, em 2004. Conforme dados divulgados nesta terça-feira (18-01) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o setor cooperativista brasileiro exportou US$ 2 bilhões no ano, sendo que desse total as cooperativas paranaenses exportaram US$ 992 milhões.

Entre as cooperativas que mais exportaram no Estado, quatro delas exportaram 67% do volume total exportado. A campeã, foi a Coamo, de Campo Mourão, que exportou US$ 468,01 milhões. Em seguida, vêm as cooperativas Lar (de Medianeira), com exportações de US$ 74,53 milhões; C.Vale (de Palotina), com exportações de US$ 58,05 milhões e Copacol (de Cafelândia), com US$ 43,24 milhões.

O desempenho exportador das cooperativas paranaenses foi alavancado pelo aumento de 27% no volume exportado, passando de 2,88 milhões de toneladas em 2003 para 3,65 milhões de toneladas em 2004. O assessor econômico da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Robson Mafioletti, atribuiu esse resultado à estrutura cooperativa no Estado, que é bem desenvolvida. Segundo ele, são 68 cooperativas de produção, cujo faturamento contribuem com 13% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado e com 55% do PIB agrícola do Paraná.

A conquista de novos mercados também alavancaram as exportações das cooperativas do Paraná, cujos produtos foram para 135 países. Foram 214 linhas de produtos diferentes, sendo que o peso maior recaiu sobre produtos do complexo soja e carnes, principalmente de frango. Já são quatro cooperativas que mantém frigoríficos abatadores de aves e no final do mês entrará em operação um quinto frigorífico de aves, da Copagril, em Marechal Cândido Rondon. A expectativa do conjunto das cooperativas é abater um milhão de cabeças no início de 2006.

A Coamo, líder nas exportações entre as cooperativas paranaenses, exportou um total de US$ 540 milhões no ano passado, calculou o presidente José Aroldo Gallassini. Ele levou em consideração o desempenho da cooperativa com as unidades de outros estados onde a cooperativa também atua (MT, MS e SC). A Coamo é a maior exportadora de produtos do complexo soja do Paraná.

Os produtos da Coamo têm mercado garantido nos países da União Européia, graças à rastreabilidade e certificação feita por uma empresa européia, que garante um pagamento adicional de US$ 3 por tonelada de farelo, disse Gallassini. "Essa empresa acompanha toda a produção, desde o plantio da semente até o acompanhamento da mercadoria para a Europa", explicou. A maior parte das exportações da cooperativa correspondem à farelo de soja.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink