Agronegócio

Cooperativas mineiras faturam R$ 11 bilhões em 2005

As cooperativas agropecuárias foram uma das que mais contribuíram
Por: -Marta Vieira
13 acessos

As cooperativas de Minas Gerais dos ramos agropecuário, de crédito e de prestação de serviços de saúde foram as que mais contribuíram para o desempenho do setor no ano passado, que movimentou cerca de R$ 11 bilhões, segundo estimativa da Organização das Cooperativas do estado (Ocemg). A instituição lançou, nessa segunda-feira (13-11), em Belo Horizonte, um anuário estatístico com os resultados financeiros das 160 maiores cooperativas em número de associados e de empregados, faturamento bruto, patrimônio líquido e valor de ativos. Os dados mais recentes sobre o peso da atividade na economia mineira indicam participação de 7% no Produto Interno Bruto (o PIB é a soma de riquezas produzidas) em 2004.

Com a publicação, os resultados das cooperativas passarão a ser acompanhados de perto e atualizados todo ano, informou, ontem, o presidente da Ocemg, Ronaldo Scucato. “A estatística nos permite observar o quanto o setor está presente na economia mineira e na vida da população. As cooperativas têm crescido 10% ao ano, em média, e o ramo do crédito é que o mais avança”, afirma. O anuário é resultado da análise dos balanços de 2005 das 800 cooperativas registradas na instituição.

Em número de associados, a Cooperativa de Consumo dos Empregados da Usiminas (Consul) é a maior do estado, com 43.854 filiados. Em outros quatro critérios – número de empregados, faturamento bruto, patrimônio líquido e ativos – a Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Itambé está no primeiro lugar do ranking. Com 2.805 empregados e ativos de R$ 988 milhões, a Itambé faturou R$ 1,36 bilhão no ano passado e apurou patrimônio líquido de R$ 244,62 milhões.

Na comparação com as informações sobre os indicadores econômicos das cooperativas em 2004, houve avanços importantes de algumas, conforme o levantamento da Ocemg. A Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais (Sicoob Crediminas), que faturou R$ 75 milhões, aumentou a sua receita em 115% de 2004 para o ano passado.

As primeiras

43.854 filiados à Cooperativa de Consumo dos Empregados da Usiminas (Consul), a maior do estado

R$ 1,36 bilhão faturado pela Itambé, a maior receita entre cooperativas mineiras

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink