Agronegócio

Cooperativas poderão ser agentes do FCO

O Governo incentivará a participação de cooperativas nas aplicações dos recursos
Por: -Redação
1 acessos

O ministro da Integração Nacional, Pedro Brito, disse na sexta-feira (10-11) que o Governo federal incentivará a participação de cooperativas de crédito nas aplicações dos recursos dos fundos constitucionais de financiamento. O anúncio foi durante a abertura da reunião do Conselho Deliberativo do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (Condel-FCO), em Rio Quente (GO).

Segundo Pedro Brito, a medida visa aumentar o volume de operações e atender um maior número de pessoas que não têm condições de buscar financiamento nos bancos, principalmente os microempreendedores. As primeiras negociações para incluir as cooperativas no sistema foram realizadas, recentemente, no Ministério da Integração Nacional, com representantes do Banco do Brasil, operador financeiro do FCO, e das cooperativas.

O ministro destacou que os recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE), do Norte (FNO) e do Centro-Oeste (FCO) são os que têm os juros mais baixos e competitivos do mercado, além de oferecerem mais prazos de pagamento. "O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que as cooperativas passem a fazer parte do sistema e elas já demonstraram que estão interessadas em atuar como agentes de crédito. Nosso objetivo é tornar possível a liberação de crédito. Os recursos dos fundos não podem sobrar de um ano para outro.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink