Copa Matsuda Mangalarga realiza etapa em São João da Boa Vista/SP
CI
Agronegócio

Copa Matsuda Mangalarga realiza etapa em São João da Boa Vista/SP

A Copa Matsuda realizará nesta temporada seis etapas abertas, todas com caráter classificatório para a grande final
Por: -Silvano
Além de contar com atraentes premiações, prova terá caráter classificatório para a final da mais importante competição funcional da raça Mangalarga

A cidade paulista de São João da Boa Vista receberá, no próximo sábado (09-10), a quarta etapa aberta da Copa de Andamento Matsuda Mangalarga. A prova, organizada pelos mangalarguistas Marcelo Bertoldo Motta e Jairo Hamilton Domingues, com apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo da Raça Mangalarga (ABCCRM), acontecerá nas dependências do Recinto de Exposições José Ruy de Lima Azevedo com a participação de exemplares dos principais criatórios do País.

Considerada a principal competição funcional da raça Mangalarga, a Copa Matsuda realizará nesta temporada seis etapas abertas, todas com caráter classificatório para a grande final, prevista para acontecer no mês de novembro na capital paulista. Além de São João, a disputa, que já esteve nas cidades de Jundiaí (SP), Amparo (SP) e Guaxupé (MG), irá passar pelos municípios paulistas de Mococa e Jaú.

Este ano, a competição também vem se destacando pelas atraentes premiações em dinheiro oferecidas aos concorrentes agraciados com a medalha de ouro em cada uma das categorias em disputa nas etapas abertas. Os prêmios têm, no entanto, valor progressivo, variando conforme a quantidade de concorrentes. Caso o número de inscritos esteja entre 51 e 60 animais, cada medalhista ganha cem reais. Entretanto, se a quantidade de participantes estiver entre 61 e 70, esse valor sobe para 200 reais, passando para 300 reais nas provas que reúnem mais do que 70 equinos.

Além disso, os animais com medalha de ouro se classificam, com exceção do representante da classe de castrados, para um julgamento final responsável por definir o melhor macho e a melhor fêmea de cada etapa da competição. Por fim, os dois eleitos nessa disputa são agraciados com uma nova premiação no valor de mil reais.

Marcha trotada

Conhecido por sua aptidão como cavalo de sela, o Mangalarga tem como grande diferencial o seu andamento exclusivo: a marcha trotada. Essa andadura natural permite aos exemplares da raça conjugar a agilidade dos equinos de trote com a comodidade dos animais marchadores, oferecendo, dessa maneira, uma montaria de andar macio, com bom ritmo tanto para o passeio como para o trabalho no campo e o esporte.

As provas de andamento foram criadas justamente para valorizar essa marcante característica da raça. Nessas disputas, os animais concorrentes são avaliados em diversos quesitos, como: deslocamento (cobertura de rastro e progressão da passada), comodidade, sincronia e elegância da movimentação, ausência de movimentos parasitas e regularidade e disposição. Apesar de separados em classes diferentes, tanto machos como fêmeas participam da disputa, subdivididos em categorias conforme a idade: 36 a 48 meses, mais de 48 a 60 meses, mais de 60 meses e, por fim, cavalos castrados com mais de 36 meses.

Mais informações no endereço eletrônico www.cavalomangalarga.com.br ou pelo telefone (11) 3673-9400.

As informações são da assessoria de imprensa da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo da Raça Mangalarga (ABCCRM).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink