Copa Matsuda Mangalarga realiza prova em São Paulo

Agronegócio

Copa Matsuda Mangalarga realiza prova em São Paulo

Terceira etapa aberta levará toda beleza e funcionalidade do cavalo Mangalarga ao público da capital paulista
Por: -Joana
587 acessos
A Copa de Andamento Matsuda Mangalarga 2011 promoverá, no mês de junho, o retorno dos eventos hípicos e agropecuários ao Parque da Água Branca, que passou recentemente por um longo período de reforma. Marcada para acontecer no final de semana dos dias 11 e 12, a etapa aberta de São Paulo reunirá animais dos principais criatórios do País, todos em busca do índice para a grande final da competição.

O evento, além disso, pretende oferecer ao público da capital paulista uma rara oportunidade de entrar em contato com o meio equestre e rural, relembrando os grandes momentos do Parque da Água Branca. O local, que por muitos anos foi palco dos mais importantes eventos agropecuários do País, acabou se afastando de sua vocação original nas últimas três décadas. A recente reforma, no entanto, recuperou a ampla estrutura do local, melhorando também a condição de baias, currais e da pista central.

A Copa Matsuda Mangalarga foi, aliás, o último grande evento da raça a passar pela arena do Parque da Água Branca. No fim de 2007, o tradicional centro de lazer da capital paulista foi palco da prova final da competição daquela temporada. A relação entre o Parque e a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) é, entretanto, muito mais antiga, remontando ao ano de 1934, quando a entidade foi fundada. Além disso, a sede da ABCCRM também está localizada no local, cujo nome oficial homenageia o antigo Secretário da Agricultura Doutor Fernando Costa.

Progressivo, macio e equilibrado

Conhecido por sua aptidão como cavalo de sela, o Mangalarga tem como grande diferencial o seu andamento progressivo, equilibrado e macio. As provas de andamento foram criadas justamente para valorizar essa marcante característica da raça. Nessas disputas, os animais concorrentes são avaliados em diversos quesitos, como: deslocamento (cobertura de rastro e progressão da passada), comodidade, sincronia e elegância da movimentação, ausência de movimentos parasitas e regularidade e disposição. Apesar de separados em classes diferentes, tanto machos como fêmeas participam da disputa, subdivididos em categorias conforme a idade: 36 a 48 meses, mais de 48 a 60 meses, mais de 60 meses e, por fim, cavalos castrados com mais de 36 meses.
Iniciada no mês de abril, a Copa Matsuda Mangalarga 2011 contará com 17 provas e passará por quatro estados: São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Goiás. Além da finalíssima, marcada para os dias 27 e 28 de novembro, acontecerão oito disputas abertas e outras oito regionais. Para participar da prova decisiva, no entanto, os concorrentes precisarão obter o índice exigido pela ABCCRM. Para isso, os animais terão que somar pontos nas provas abertas, que possuem um peso maior dentro do sistema de credenciamento, e também nas disputas regionais da competição.

Mais informações sobre esta tradicional competição mangalarguista podem ser obtidas no endereço eletrônico www.cavalomangalarga.com.br ou pelo telefone (11) 3673-9400.
As informações são da assessoria de imprensa da ABCCRMangalarga

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink