Coreia do Sul proíbe temporariamente transporte de aves para conter gripe aviária

Agronegócio

Coreia do Sul proíbe temporariamente transporte de aves para conter gripe aviária

Não foram encontrados casos de infecção humana na Coreia do Sul
Por:
958 acessos

Não foram encontrados casos de infecção humana na Coreia do Sul

O Ministério da Agricultura da Coreia do Sul disse nesta segunda-feira que vai emitir uma proibição temporária em todo o país sobre o transporte de aves, para conter a propagação da gripe aviária, com 43 surtos registrados na quarta maior economia da Ásia.

O Ministério da Agricultura, Alimentos e Assuntos Rurais disse em comunicado que a ordem de controle de movimento ficará em vigor por 48 horas, a partir das 13h (horário de Brasília) desta segunda-feira.

Desde que o primeiro surto de uma variedade severa de gripe aviária conhecida como H5N6 foi reportada em 18 de novembro, a Coreia do Sul aumentou as medidas de quarentena para evitar uma propagação maior do vírus, incluindo uma ordem de paralisação nacional de 48 horas há três semanas.

Um total de 43 surtos da gripe aviária foram confirmados até 11 de dezembro, com outros nove possíveis casos sendo testados, segundo um comunicado do governo.

Para prevenir a disseminação da gripe aviária, o ministério disse que ao menos 8,8 milhões de aves de granjas foram sacrificadas e que há planos de sacrificar outras 1,5 milhão. Isso corresponderia a mais de 10 por cento da população aviária do país de quase 85 milhões de aves.

Embora casos de infecções humanas pelo vírus H5N6 tenham sido reportados anteriormente em outros lugares incluindo, a China, não foram encontrados casos de infecção humana na Coreia do Sul.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink