Cortes de dianteiro têm sido mais consumidos

Agronegócio

Cortes de dianteiro têm sido mais consumidos

Carnes de menor valor de mercado têm apresentado melhor comportamento de vendas
Por:
689 acessos
A colocação de carne de traseiro, que vinha ruim há duas semanas e fazia o mercado se sustentar nas vendas de cortes de dianteiro, melhorou.

A proximidade com o pagamento de salários faz os varejistas acreditarem em uma melhora de consumo deste tipo de produto, o que ajudou o mercado atacadista de carne bovina sem osso de São Paulo a trabalhar com alta de 0,8% na semana passada.

Apesar disso, são as carnes de menor valor de mercado que têm apresentado o melhor comportamento de vendas desde o início do ano.

Na primeira semana de janeiro o preço médio dos cortes de dianteiro era R$6,84/kg. Atualmente são negociados a R$7,23/kg, em média. Esta valorização de 5,7% foi gradual e praticamente constante.

Os cortes de traseiro apresentaram comportamento oposto. O valor médio atual, R$12,45/kg, é 12,5% menor.

Isto mostra que a população tem demonstrado preferência por produtos mais baratos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink