Cortes na safra ainda não impulsionam soja no Brasil

MERCADO FÍSICO

Cortes na safra ainda não impulsionam soja no Brasil

Mercado esteve parado no última semana na Região Sul do País
Por: -Leonardo Gottems
909 acessos

“A maior parte dos analistas do mercado de soja no Brasil está reduzindo as suas projeções sobre a produção do País diante dos problemas de seca ocorridos nas últimas semanas. Mas, o que pudemos notar na ronda dos estados, pesquisada nesta sexta-feira, é que estas expectativas de quebra não estão fazendo, ainda, subir os preços da oleaginosa, nem no interior, nem nos portos brasileiros”, aponta o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com ele, no RS o mercado de soja esteve “morto, nesta semana, um negócio pequeno aqui, outro ali, ao redor de R$ 78,00 FOB. Já em SC encontramos uma polêmica muito grande sobre a tributação de ICMS, chamada ‘tributação verde’, que pode mudar os rumos do
mercado catarinense”. 

Por outro lado, ressalta, o mercado de farelo de soja está “firme, todo mundo de olho no que vai acontecer no desenrolar deste processo. Querem retirar a possibilidade de se creditar o ICMS de produtos [...] entre eles o do farelo de soja. O ICMS pago pelas fábricas de ração não poderá mais ser compensado com a venda de carnes, do qual o estado é grande produtor e exportador. A briga tá feia”.

No PR, acrescenta Pacheco, o mercado esteve praticamente parado nesta semana: “Quase nenhuma oferta. Não há preços de balcão ainda, devendo rertornar só nesta segunda-feira. Cotações no interior, para o mercado spot, ao redor de R$ 74,00 e no porto ao redor de R$ 78,00. Preços do mercado futuro ao redor de R$ 74,00 no interior.

No MS foram negociadas 15.000 toneladas para entrega em janeiro, a preços entre R$ 68,00 e R$ 70,00 base Dourados. Mercado futuro muito quieto, com preços de comprador ao redor de R$ 65,00 base Dourados, para entrega fevereiro e março. No MT a semana curta, mas com alguns volumes negociados. Soja spot, 30.000 toneladas negociadas, de soja safra nova para colher na primeira
quinzena de janeiro 2019. Preços entre R$ 63 a 70,00. Já os lotes para fevereiro e março 2019 sem negociações.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink