Corteva Agriscience marca presença no primeiro Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

EVENTO

Corteva Agriscience marca presença no primeiro Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas

Empresa também participa de painel para discutir rede de apoio às mulheres do setor
Por:
35 acessos

A Corteva Agriscience é uma das principais patrocinadoras do primeiro Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas, que ocorre nos dias 29 e 30 de setembro, das 08h30 às 18h, em formato virtual. O encontro, que terá uma programação com importantes personalidades do setor, reunirá cerca de 10 mil mulheres que atuam em mais de 200 cooperativas de todo o Brasil. As participantes poderão acompanhar palestras sobre superação e resiliência, sucessão familiar, gestão financeira da propriedade e as perspectivas para o agronegócio no cenário político e econômico.

Destaque também para o painel com a presença de lideranças da Corteva. O debate, programado para o dia 30 de setembro às 16:35, contará com a participação de Mariana Castanho, Diretora Comercial da Área Leste, e Sheilla Pereira, Diretora Comercial da Área Sul & Paraguai, que vão discutir iniciativas para ampliar a participação feminina no agronegócio e em funções de liderança. Rosemeire dos Santos, Gerente de Relações Institucionais, vai moderar o painel. 

“Entendemos que além de estimular a maior participação feminina no setor, precisamos criar uma rede de apoio que estimule a formação de futuras líderes. Na Corteva percebemos o quanto iniciativas dessa natureza impactam positivamente a vida dessas mulheres e das comunidades nas quais elas atuam”, destaca Mariana.  

Sheila também reforça o papel das empresas, instituições, associações e cooperativas no aumento da participação feminina no agronegócio. “Precisamos trabalhar para que o protagonismo feminino seja uma realidade no meio rural”, complementa.

Entre as iniciativas conduzidas pela Corteva para ampliar a participação feminina no setor, destaque para a Academia de Liderança das Mulheres do Agronegócio, realizada em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC) e Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG). Lançado em 2019, o projeto está na sua segunda edição e com um número maior de participantes, saltando de 20 alunas em 2019 para 150 em 2020.  

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink