Cotação do algodão volta a subir

Agronegócio

Cotação do algodão volta a subir

A tendência é que o algodão se firme como um dos principais produtos da próxima safra nacional
Por: -Neri Kaspary
1363 acessos

Depois de um ligeiro declínio no começo deste mês, quando o preço da arroba do algodão recuou de R$ 92 para R$ 87, a cotação voltou a subir e está fechando o ano com preço jamais visto. Na última semana a arroba atingiu R$ 95, valor quase 115% superior ao do mesmo período do ano passado. A “explosão” no preço é decorrência da queda nos estoques mundiais, já que nas safras passadas a cotação mundial estava em baixa e poucos produtores optaram pela cultura.

Agora, contudo, o cenário deve ser outro. No Mato Grosso do Sul, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que serão cultivados 56 mil hectares, aumento de 45% em relação aos 38 mil da safra anterior. Deve ser a maior área ocupada dos últimos seis anos, perdendo apenas para os 58 mil hectares de 2004/2005.

A primeira estimativa da Conab previa crescimento de 20,4%. Junto com o aumento de 5,6% na produtividade, de 3.705 para 3.912 kg/ha, a produção de algodão em caroço e pluma terá incremento de 53%, respectivamente, de 143 mil para 219,1 mil toneladas e 55,8 mil para 85,4 mil toneladas.

"A tendência é que o algodão se firme como um dos principais produtos da próxima safra nacional. Com destaque, sobretudo, para a região Centro-Oeste e a Bahia", afirmou o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, Sílvio Porto.

Mas, se duas dúzias de agricultores estão comemorando, milhões de consumidores têm motivos de sobra para ficarem preocupados. Em decorrência da alta, o preço das roupas deve ter aumento de pelo menos 10% a partir do momento em que o novo produto chegar às indústrias, que já começaram a elevar os preços desde agora.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink