Cotação do milho trabalhou em baixa no acumulado de maio
CI
Imagem: Pixabay
AGRICULTURA

Cotação do milho trabalhou em baixa no acumulado de maio

As cotações do milho caíram em maio
Por:

As cotações do milho caíram em maio. O recuo do dólar na segunda quinzena, o incremento da oferta e início da colheita a segunda safra no Brasil pressionaram os preços. O ritmo das exportações brasileiras está firme e a expectativa segue positiva para as exportações em meio à crescente expectativa de liberação das exportações para China e quadro negativo no hemisfério norte para a safra 2022/23. Até a terceira semana de maio/22, 53,4 mil toneladas por dia foram embarcadas, 7956,4% mais que a média de maio/21. O preço médio por tonelada, nesse mesmo período, aumentou 20,4% na mesma comparação. 

Com o recuo nas cotações no mercado interno, o cereal está custando 10,9% menos este ano, em relação a maio do ano passado. Com a proximidade do fim da colheita de milho primeira safra e início da colheita da segunda safra, os preços do cereal perderam força ao longo de maio. 

O dólar ensaiou movimento de alta na primeira quinzena do mês, mas perdeu força na segunda quinzena, operando abaixo dos R$5,00, colaborando com o cenário de baixa mais forte das cotações nas últimas semanas de maio. Apesar do movimento de queda recente, em média, a moeda norte-americana esteve cotada a R$4,98 no mês, alta de 4,6% frente à média de R$4,76 de abril/22. 

A Companhia Nacional de Abastecimento divulgou em maio o oitavo levantamento de acompanhamento da safra brasileira de grãos (2021/22). Com relação ao milho de primeira safra, em fase final de colheita no Brasil, houve revisão para baixo no relatório atual frente ao relatório de abril/22. A expectativa atual é que sejam colhidas 24,6 milhões de toneladas de milho na primeira safra 2021/22, 0,2% menor que a produção na safra 2020/21.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.