Cotação do trigo é elevada ao maior patamar em onze anos

Agronegócio

Cotação do trigo é elevada ao maior patamar em onze anos

A valorização influenciou diretamente os moderados ganhos de soja e milho
Por:
3 acessos

Preocupações em torno da produção européia, sobretudo francesa, elevaram as cotações do trigo ao maior patamar em onze anos nessa terça-feira (24-07) nas bolsas americanas. Em Chicago, setembro chegou a bater em US$ 6,48 por bushel antes de fechar a US$ 6,42 por bushel, em alta de 21,75 centavos de dólar sobre a véspera. A valorização "transbordou" e influenciou diretamente os moderados ganhos de soja e milho. Em Kansas, o movimento dos futuros do trigo foi semelhante. Traders ouvidos pela agência Bloomberg realçaram que o problema na França, principal produtor europeu, são as chuvas. No Paraná, a saca de 760 quilos do cereal caiu para R$ 27,16, em média, segundo o Departamento de Economia Rural da Secretaria de Agricultura do Estado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink