Cresce demanda por café no mercado interno

Agronegócio

Cresce demanda por café no mercado interno

Por:
5 acessos

A indústria do café irá torrar este ano 14,3 milhões de sacas, o que representa um crescimento de 5,1% sobre as 13,6 milhões de sacas consumidas no ano passado. Significa que mais meio milhão de pessoas passaram a consumir café no Brasil. O número de consumidores passou de 83,3 milhões para 83,8 milhões de pessoas. Os dados foram apurados por meio de uma pesquisa da InterScience, a pedido da Associação Brasileira das Indústrias de Café (Abic).

"Existem outras 4,6 milhões de pessoas que são potenciais consumidores e que não estão bebendo café", afirma Ivanir Rossi, diretora da empresa de pesquisa. Outro resultado que chama a atenção das torrefadoras que participam da 12 edição do Encontro Nacional da Indústria do Café (Encafé) é a quantidade de pessoas que tomam café diariamente. De acordo com a pesquisa, os consumidores diários passaram de 69,5 milhões em 2003 para 70,6 milhões de pessoas em 2004, representando um crescimento de 1,6%.

O crescimento no consumo de café no Brasil, na avaliação de Ivanir, é o resultado dos investimentos de marketing feitos pelas indústrias e pela melhoria da qualidade do café oferecido à população. Prova disso é a lembrança espontânea das pessoas, que registrou um forte crescimento. "No ano passado, 58% dos entrevistados disseram espontaneamente que o café estava entre as bebidas consumidas. Este ano, esse percentual subiu para 89%. Graças ao marketing as pessoas que antes apenas consumiam mas não se lembravam passaram a registrar o café como uma das principais bebidas do dia-a-dia", diz a pesquisadora.

Uma outra observação ressaltada por Ivanir é o número de não-consumidores. Entre os entrevistados de 2003, 9% disseram que não consumiam café. Esse ano, o percentual de não-consumidores caiu para 8%. "A pesquisa constatou ainda que 92% das pessoas entrevistadas disseram consumir café. Esse número é apenas inferior ao consumo de água que foi de 99%", diz Ivanir.

De acordo com a pesquisa, 4% deixaram de consumir café em 2004. A origem da rejeição é a suposição de que o consumo da bebida faz mal à saúde.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink