Cresce venda externa de carne bovina da Argentina

Agronegócio

Cresce venda externa de carne bovina da Argentina

Por:
1 acessos

A Argentina exportou 43.852 toneladas de carne bovina em janeiro, informou a Senasa, agência de saúde animal e alimentar. O volume representa aumento de 50% em relação a janeiro do ano passado.

As vendas de janeiro totalizaram US$ 91,6 milhões, com aumento de 53% em comparação aos US$ 59,8 milhões em janeiro de 2004.

A Argentina exporta carne fresca, cortes de carne resfriada sem osso, cortes sem osso congelados, carne cozida processada e miúdos bovinos para mais de 80 países.

O país vendeu 1.607 toneladas de carne - no valor de US$ 11,233 milhões - para a União Européia, dentro do programa conhecido como Cota Hilton.

A Rússia foi a maior importadora de carne fresca, comprando 7.284 toneladas, ou US$ 10,77 milhões. O principal comprador de carne processada foram os EUA com 2.470 toneladas. O país manteve proibição à carne fresca argentina que vigora desde o início de 2001, quando a Argentina admitiu tardiamente a existência de um surto amplo de aftosa.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink