CRI Genética lança catálogo de corte taurino
CI
Agronegócio

CRI Genética lança catálogo de corte taurino

CRI Genética lançou a nova edição do catálogo de produto corte taurino
Por:

A coleção 2014/2015 conta com cerca de 40 novas contratações, adicionando e renovando a seleção da central.  É possível encontrar opções nas raças Aberdeen Angus, Red Angus, Brangus, Red Brangus, Pooled Hereford, Braford, Charolês, Canchim, Simental, Simental Preto, Bonsmara, Senepol, Caracu e Wagyu.

Só na raça Angus, entre Aberdeen e Red, são 33 novos touros. Tendo em vista o significativo crescimento no mercado de inseminação artificial para a raça taurina em 2013, a demanda por produtos de qualidade superior é crescente. Nesse ponto, a CRI Genética, referência e líder de mercado, se distingue nas provas dos animais. De acordo com Daniel de Carvalho, gerente de produto corte da empresa, as avaliações genéticas dos touros são completas. “No caso do Angus, 23 itens são avaliados”, comenta. Ainda nesse sentido, de acordo com Sérgio Saud, diretor executivo da CRI, a central é exclusiva ao apresentar DEPs de índices econômicos, como DEP$ Confinamento e DEP$ Qualidade de carcaça nas provas.

Cabe lembrar que, para as novas contratações da CRI, é feito um rigoroso trabalho de seleção. “Observa-se o histórico de produção do animal, a consistência genética, as famílias das vacas que compõe o rebanho”, explica Daniel.  O controle de qualidade é rígido, segundo o diretor Sergio Saud. “Visa-se à alta taxa de fertilidade dos touros, à adequação ao ambiente e, principalmente, aos ganhos de produtividade”, descreve.

Na hora de lançar os catálogos, é primordial oferecer ao mercado novas gerações de touros, em que os filhos são melhores que os pais, contribuindo constantemente para o melhoramento genético dos rebanhos.
O Angus da CRI Genética

A CRI Genética cresceu 28% na raça Angus em 2013, quase 4% a mais que o mercado (24,4%). Para Sérgio Saud, o aumento no comércio de doses de sêmen pela CRI, liderando o mercado, se deve ao longo, inovador e eficiente trabalho da cooperativa CRI (Cooperative Resources International) nos EUA. “Os melhores criadores de Angus do país são nossos cooperados. No campo da inovação, a CRI foi, por exemplo, a primeira empresa a oferecer touros Angus que fossem adaptados para o cruzamento industrial no Brasil Central. É também a única que oferece touros jovens Angus 100% avaliados genomicamente. Esses são, então, alguns dos diferenciais que impulsionam o crescimento constante da empresa”.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink