Criações da região da Campanha e Zona Sul já sentem impacto da estiagem

Agronegócio

Criações da região da Campanha e Zona Sul já sentem impacto da estiagem

Condições climáticas seguem provocando redução na oferta do leite
Por:
2196 acessos
O maior impacto provocado pela estiagem no Rio Grande do Sul pode ser sentido nas criações da região da Campanha e Zona Sul, onde as pastagens estão prejudicadas e os mananciais e reservas de água estão com seus níveis bastante baixos. O plantio de novas áreas está paralisado. Apesar de o estado nutricional do rebanho de corte ser considerado bom, os animais seguem perdendo peso. O agravamento da situação pode comprometer o desempenho da reprodução que se encontra em curso, assim como o rendimento da atividade. As condições climáticas seguem provocando também redução na oferta do leite.

Nas demais regiões o quadro é normal e bastante favorável já que do Centro para o Norte segue o registro de precipitações em volumes superiores aos ocorrido na porção Sul do Estado. Em muitas localidades já começa inclusive a sobrar pasto nos piquetes, o que tem obrigado os criadores a realizarem a prática de roças para manter a qualidade da forragem. O plantio de novas áreas com forrageiras está encerrado nestas regiões.
As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS-Ascar.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink