Criadores de Perdizes descobrem a importância da Cria e Recria de Bezerras

Agronegócio

Criadores de Perdizes descobrem a importância da Cria e Recria de Bezerras

A produção de leite esteve tão cara por tantos anos que muitos produtores desistiram da atividade.
612 acessos

A produção de leite esteve tão cara por tantos anos que muitos produtores desistiram da atividade. Com a falta do produto no mercado, muitos pecuaristas estão voltando a investir e para isto tem sido necessário renovar o plantel.

Em Perdizes, o engenheiro agrônomo e produtor Fernando Eduardo Prado tem substituído as vacas com o que produz na propriedade e descobriu que só aprimorando a genética não basta. Foi preciso passar pelo curso de Cria e Recria de Bezerras, promovido pelo Senar Minas em parceria com o Sindicato Rural.

“Estávamos com muitos problemas, principalmente na criação das bezerras, que estavam com crescimento abaixo do desejado e, assim, tornavam a reposição das vacas muito demorada. Este curso será importante e se levarmos certinho o controle, vamos fazer um gado mais barato, de melhor qualidade e em menor tempo”, acredita Fernando Prado.

A realidade de Fernando é semelhante a muitas outras. Na maioria das vezes, os produtores passam por experiências negativas para perceberem o quanto uma boa criação é fundamental para o desenvolvimento saudável dos animais e, consequentemente, a obtenção de resultados positivos.

Capacitação

“Ao pensar em inseminar as vacas o correto é passar primeiro pelo curso de Cria e Recria de Bezerras. Podemos dizer que esta capacitação é um pré-requisito para quem quer investir em melhoramento genético, desta forma, o produtor estará qualificado em todo processo”, explica o instrutor Zilberto Martins.

Segundo o médico veterinário, durante as 24 horas de curso ele passa instruções sobre os aspectos básicos do manejo dos animais, a parte sanitária, controle das principais doenças, verminoses e de parasitas externos como o carrapato e manejo nutricional, ou seja, uma dieta mais adequada.

“Logo depois de nascerem, as bezerras precisam de cuidados especiais, pois esta fase da criação é muito delicada. É preciso que o produtor tenha um foco muito grande no aleitamento, por que é neste momento que o animal está mais suscetível as doenças, mais debilitado, com o sistema imunológico fraco”, enfatiza Zilberto.

Passo a passo

A equação é simples: a bezerra que nasceu vai virar uma novilha, posteriormente vai emprenhar, parir e virar uma reprodutora, uma matriz que vai substituir um animal que será descartado.

“Para que haja a transformação do plantel, os produtores começaram a ficar mais preocupados com a criação das bezerras porque, como estão apostando na genética, precisam ter o resultado deste investimento. O que observamos é que quando eles não fazem a cria e recria das bezerras corretamente, eles têm dificuldade no manejo dos animais que não se desenvolvem de acordo com o padrão, ganham menos peso e atrasam a transição para vaca. Portanto, deve-se trabalhar as bezerras para o futuro, para que elas desempenhem seu papel de matriz de qualidade dentro da propriedade”, explica o instrutor.

Com todas estas informações, mudando alguns conceitos e investindo em melhores instalações para o bem-estar de seus animais, Fernando Prado compreendeu que agora está no caminho certo e que os resultados virão.

“Para mim o mais importante é a parte de medicação e manejo. Agora tenho informações suficientes para fazer os procedimentos de forma correta. Os cursos do Senar são muito bons. O produtor rural fica sem muita informação e uma das instituições que tem dado informação é o Senar. Agora eu e meu pai conseguiremos ter um gado de melhor qualidade, que vai se desenvolver mais rápido e ainda gastaremos menos.”

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink