Criadores do MA têm até o dia 25 para comprovar imunização contra aftosa

Agronegócio

Criadores do MA têm até o dia 25 para comprovar imunização contra aftosa

Até dia 30 foi comprovada vacinação de 70% do rebanho
Por:
1491 acessos
É encerrado, nesta quarta-feira (15), o prazo de vacinação contra a febre aftosa no Maranhão. Agora, os criadores maranhenses terão até o próximo dia 25 para comprovar a vacinação de seu rebanho em uma das unidades da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Maranhão (Aged//MA) com representação nos 217 municípios maranhenses.


A primeira etapa da campanha, programada para acontecer de 1º a 31 de maio, foi prorrogada por mais 15 dias, após autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

“A prorrogação foi necessária para atender a solicitação de municípios que tiveram a vacinação prejudicada pelo grande índice de chuvas que atingiram o Maranhão este ano, o que dificultou o acesso dos criadores às vacinas”, justificou o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca, Cláudio Azevedo.

De acordo com a última parcial levantada pela Aged, em 30 de maio, a agência já havia recebido a comprovação de vacinação de 70% do rebanho estimado para o estado, em aproximadamente 7,2 milhões de cabeças.

Dados da Central de Distribuição e Controle de Vacinas do MAPA, sediada em Campinas (SP), apontam que já foram comercializadas no Maranhão mais de 8,6 milhões de doses de vacinas contra a febre aftosa, superando a meta estabelecida pelo Ministério para o estado, que era de comercializar até 7,1 milhões de doses.

“É a primeira vez que superamos a meta do ministério. Isso demonstra que a campanha conseguiu chegar ao pequeno produtor, que se conscientizou da importância de vacinar seu rebanho”, afirmou o diretor geral da Aged, Fernando Lima.

Expectativa

A expectativa da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca Sagrima (Sagrima) e da Aged é que o estado cumpra a meta de cobertura vacinal de mais de 90% estabelecida pelo MAPA.

“Historicamente, a comercialização de vacinas cresce substancialmente nos últimos 10 dias de campanha, porque o criador aguarda, ao máximo, pelo término ou queda no volume de chuvas para vacinar seu rebanho. Então esperamos que nesses últimos dias estejamos recebendo um grande volume de comprovações de vacina”, explicou Fernando Lima.


A cobertura vacinal é apenas uma das exigências do Mapa para elevar a classificação sanitária do Maranhão para zona livre de febre aftosa com vacinação, conforme acordo estabelecido conjuntamente com outros seis estados do Circuito Pecuário Nordeste (Rio Grande do Norte, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Piauí e Ceará).

Na semana passada, o ministro Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, declarou ao secretário Cláudio Azevedo, que se o Maranhão continuar cumprindo os acordos com o Ministério poderá ser declarado zona livre de febre aftosa com vacinação até dezembro de 2011, e obter reconhecimento internacional até o primeiro semestre de 2012.

Comprovação

Com o término do período de vacinação, a Aged intensificará os trabalhos de comprovação junto aos criadores, e, em seguida, inicia os trabalhos de fiscalização e busca de inadimplentes. Os criadores que não vacinaram seus animais serão notificados com uma advertência da agência e, em alguns casos, pagarão multa de R$ 105,00 por cabeça de gado não vacinada.


Ao mesmo tempo em que é notificado, o criador agenda junto com os técnicos da Aged o dia de vacinação de seus animais. Ele recebe a autorização de compra da vacina, pois o comércio só é liberado a vender as doses fora da época de campanha, com o documento emitido pela agência agropecuária estadual.

Para garantir o trabalho de fiscalização e busca de inadimplentes, a Aged receberá o reforço de uma frota de 28 veículos, sendo oito tracionados, que serão disponibilizados durante 45 dias pelo Fundo de Desenvolvimento da Pecuária (Fundepec), criado para auxiliar as ações de defesa agropecuária no estado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink