CRV crescerá até 20% e vai fazer compras na América Latina
CI
Agronegócio

CRV crescerá até 20% e vai fazer compras na América Latina

Por:

O grupo holandês CRV - um dos três maiores em melhoramento genético bovino do mundo - anunciou nova estratégia de crescimento. A empresa espera aumentar o faturamento em 53,8% em três anos: de €130 milhões previstos para este ano para € 200 milhões em 2011. Para atingir a meta, contará com um crescimento orgânico entre 15% e 20% ao ano e ainda fará aquisições no continente americano.

Guus Laeven, presidente da Lagoa da Serra, de Sertãozinho (SP), diz que a adoção da marca CRV no nome é como parte da estratégia de crescimento. "Queremos mostrar ao mercado que pertencemos a um dos maiores grupos de genética bovina do mundo", afirma. "Fazendo parte de uma marca forte e global, a CRV Lagoa será identificada em qualquer lugar do mundo, o que facilitará a abertura de novos mercados para os produtos, programas e serviços oriundos do Brasil", afirma.

Com sede na Holanda, a CRV está presente com centrais de inseminação artificial e escritórios na Bélgica, Luxemburgo, República Tcheca, Brasil, Nova Zelândia, Alemanha e Espanha, além de ter distribuidores espalhados por mais de 50 países. "As aquisições serão feitas em países onde ainda não estamos presentes, como Canadá, Estados Unidos, México, Uruguai, Argentina e Chile", diz Laeven. "A CRV quer atuar em países onde haja "estabilidade econômica e política e potencial de crescimento na pecuária."

O grupo CRV continuará a investir em inovações tecnológicas, como o sêmen sexado (que garante um índice de até 92% de certeza do sexo da cria) e seleção gênica. "Com a seleção gênica, podemos interpretar o valor genético do animal antecipadamente. Ou seja, conseguimos predizer o valor genético de um animal com 60% de acuidade, e fazer um progresso genético num curto espaço de tempo, economizando de quatro a cinco anos", afirma. "Tudo isso para fazer leite e carne com mais eficiência e qualidade."

No ano passado, a CRV comercializou globalmente 6,2 milhões de doses de sêmen, posicionando-se entre as três maiores empresas de genética animal do mundo, ao lado da britânica Ginus ABS e da norte-americana Select Sires. A CRV Lagoa responde por 15% das vendas globais do grupo.

Segundo a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia), nos últimos 10 anos, até 2007, o mercado de doses de sêmen cresceu 27,2%, para 7,5 milhões de unidades. Estima-se que até 2013 o mercado total será de 15 milhões de doses, sendo 10 milhões de doses para gado leiteiro e 5 milhões para gado de corte. Neste ano, as vendas de doses de sêmen da CRV Lagoa deverão passar de 2 milhões de unidades. Deste total, mais de 10% será de sêmen sexado, a maior parte para a pecuária leiteira. O faturamento deve aproximar-se de R$ 50 milhões neste ano.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.