CTNBio poderá ser "enxugada" no próximo mandato

Agronegócio

CTNBio poderá ser "enxugada" no próximo mandato

O presidente admitiu apoiar a redução do número de membros do colegiado
Por: -Mauro Zanatta
13 acessos
Ameaçada por uma intervenção branca do governo, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) deverá passar por um processo de "lipoaspiração" no segundo mandato do presidente Lula. Em recente conversa com o governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, o presidente admitiu apoiar a redução do número de membros do colegiado. O objetivo seria tornar "mais ágeis" as votações para a liberação comercial de novos organismos geneticamente modificados (OGM) no país. Há dez processos na fila de análises do colegiado.


Mas, conforme apurou o Valor, na verdade a intenção é excluir membros identificados como opositores "ferrenhos" da liberação comercial dos transgênicos. O sinal verde de Lula ao pedido de Maggi ocorreu na semana passada, no avião presidencial, durante viagem à Venezuela. Único líder rural a declarar apoio a Lula nas eleições, o governador reeleito tornou-se conselheiro do presidente em diversos temas e conversas de bastidores. A alteração poderá ser feita inclusive por decreto presidencial.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink