Cuba investe em transgênicos para combater crise alimentar
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,632 (-1,41%)
| Dólar (compra) R$ 5,51 (-1,34%)

Imagem: Pixabay

MUNDO

Cuba investe em transgênicos para combater crise alimentar

País precisa de produção agrícola superior
Por: -Leonardo Gottems
480 acessos

Em meio a uma profunda crise alimentar e de escassez no país, o regime cubano abriu as portas às lavouras transgênicas como “complemento à agricultura convencional”. De acordo com reportagem da imprensa estatal, “para o próximo ano está prevista a plantação de 8 mil hectares de milho híbrido transgênico na ilha”. 

Até agora, “durante a Campanha da Primavera, pouco mais de 500 hectares foram plantados nas províncias de Matanzas, Sancti Espíritus e Ciego de Ávila”, afirma a reportagem do Noticiário Nacional da Televisão Cubana. Segundo a informação divulgada, “os agricultores da Cooperativa de Creditos y Servicios (CCS) Juan Darias, da área de Jarahueca, no município de Espritu, estão em plena colheita de milho”. 

“Desta vez o rendimento agrícola é muito superior, a razão é que aqui foi semeado com semente nacional, um milho híbrido transgénico desenvolvido há quinze anos pelo Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia”, sublinha o relator oficial. 

A responsável pelo projeto, Pilar Téllez, garantiu que “o potencial produtivo deste milho é muito superior ao das variedades tradicionais”. 

“A tecnologia dos híbridos proporciona maior produtividade, e também a incorporação de elementos transgênicos nos permite um manuseio muito mais eficaz na produção em grandes áreas. Por exemplo, este milho permite o controle efetivo da traça do milho, que é um dos problemas mais graves que a agricultura tem em nosso país; e o manejo do capim, por ser resistente a algum tipo de herbicida”, garantiu o dirigente à televisão estatal. 

Segundo as informações, esse milho híbrido que eles semeiam em Sancti Spíritus, "havia sido obtido experimentalmente e agora é cultivado por produtores em grandes áreas para utilizá-lo na produção de rações" para a alimentação de animais. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink