Curitiba (PR) recebe MBA em Agronegócios

Agronegócio

Curitiba (PR) recebe MBA em Agronegócios

O curso, que começa em maio, preenche uma lacuna nas extensões destinadas a capacitarem profissionais para o sistema agroindustrial
Por:
140 acessos
A Associação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná-Curitiba (AEAPr-Curitiba), traz para a capital paranaense o MBA em Agronegócios da Escola Superior de Agricultura Luis de Queiros, a ESALQ, da Universidade de São Paulo (USP). O curso, que começa em maio, preenche uma lacuna nas extensões destinadas a capacitarem profissionais para o sistema agroindustrial. As aulas acontecerão na sede da AEAPr-Curitiba, no bairro São Lourenço.


O MBA em Agronegócios terá duração de 24 meses com aulas quinzenais nas sextas-feiras e sábados. Os professores são doutores associados ou titulares da ESALQ/USP além de profissionais de renomada experiência no setor privado. Inicialmente serão 40 vagas para profissionais com graduações diversas e que possuam conhecimento básico do idioma inglês, além de dominar o uso da informática. O critério de seleção será feito pela análise curricular para subsidiar uma característica típica dos MBAs , o rico círculo de relacionamentos. Luiz Antonio Corrêa Luccquesi, presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná-Curitiba, ressalta que esse critério traz imparcialidade e tansparência e ainda enriquece o curso, "os profissionais são atuantes no mercado e possuem formações diversas".

Segundo o Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas da ESALQ/USP, o PECEGE, o curso abordará tópicos de tecnologia, economia e gestão aplicada aos principais sistemas agroindustriais do Brasil e do Mundo. O profissional tem a proposta de criar uma visão integrada do processo empresarial a partir de conceitos e fundamentos de organização do sistema agroindustrial.

Durante as 360 horas aula e 90 horas atividade para trabalho de conclusão de curso, o aluno aprimora a percepção do agronegócio dentro de um ambiente globalizado e realiza estudo de mercados específicos e processos para administrar riscos. "Outro propósito do "Master Business Administration" é aprimorar competências, técnicas gerencias e habilidades comportamentais", declara o coordenador geral Pedro Valentim Marques, Ph.D, professor Titular ESALQ/USP.


Contexto favorável

O agronegócio foi o segmento que reportou maior crescimento em 2007, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa nacional é de um crescimento de 4,7% no PIB, cerca de 30% disso é resultado de conquistas no campo.

O aumento de 5,3% na atividade econômica ligada ao campo deu-se principalmente à lavoura, cujo destaque ficou para a expansão de 62,3 % do trigo.

No Paraná cerca de 60% da economia é ligada ao setor agropecuário e estima-se para este ano um crescimento de 6% no segmento.

O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou no dia 17 de janeiro último, através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), que o segmento de agronegócios teve um aumento na ordem de 300% na ocupação de postos de trabalho no Paraná.

Natalino Avance de Souza, Diretor de Política Profissional da AEAPR-Curitiba e Assessor de Planejamento da Emater-PR, considera a vinda do MBA uma conquista não só para Curitiba, mas para a educação do estado. Ainda segundo ele, o agronegócio é uma das molas propulsoras do desenvolvimento no estado. "A pujante economia paranaense deve muito ao agronegócio. O Curso tende a qualificar e desenvolver ainda mais o segmento."

O mesmo MBA em Agronegócios também foi ofertado na própria sede da ESALQ/USP em Piracicaba, atingindo tamanho sucesso que apenas uma turma não foi necessária para suprir a procura. As aulas já iniciaram com duas turmas fechadas e ainda com candidatos qualificados para formar outras.


Iniciativa

De acordo com Lucchesi a iniciativa da parceria com a ESALQ/USP para o MBA é pioneira na história da AEAPr-Curitiba. A instituição passa inclusive por uma reestruturação física para abrigar o curso. "Os alunos terão todo o conforto necessário para um MBA."

Para Natalino, a vinda do curso para Curitiba através dos esforços da AEAPR-Curitiba, possibilita um novo posicionamento da instituição. "Passamos a contribuir decisivamente na formação e sustentabilidade de profissionais ligados a agronomia", acrescenta o diretor.

Em tempo

Os interessados em pleitear uma vaga deverão acessar o site da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná - Curitiba, um dos apoiadores e responsável pela vinda do curso a Curitiba, e procurar maiores informações através dos links. O site é www.aeaprcuritiba.com.br. As inscrições estão abertas e o número de vagas é reduzido.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink