Curso aborda preservação do meio ambiente no campo

Agronegócio

Curso aborda preservação do meio ambiente no campo

O objetivo é conscientizar para as atitudes éticas e responsáveis com relação às questões ambientais, visando a adoção de ações práticas que contribuam para a preservação dos recursos naturais
Por:
612 acessos

As estatísticas atuais apontam o lixo como um dos grandes problemas da sociedade não somente das cidades, mas também do campo. Especialistas são unânimes em dizer que a destinação incorreta dada ao lixo pode causar sérios problemas ao meio ambiente. Esse e outros assuntos ambientais serão abordados no curso Educação Ambiental, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul (Senar/MS), que acontece de 27 a 28 de outubro, em Campo Grande/MS.

O objetivo é conscientizar para as atitudes éticas e responsáveis com relação às questões ambientais, visando a adoção de ações práticas que contribuam para a preservação dos recursos naturais. O curso também vai ensinar técnicas de recuperação de áreas degradadas, tratamento de efluentes e conceitos de desenvolvimento sustentável.

“O lixo é um grande problema quando está espalhado no meio ambiente, mas torna-se um problema menor se acondicionado em um só lugar”, assinala Gustavo Radeke, educador do Senar/MS que irá ministrar o curso na Capital. Segundo ele, a simples atitude de separar o resíduo orgânico do inorgânico já reduz pela metade o seu volume.

Em alguns casos em que estes resíduos não são adequadamente destinados à coleta ou à reciclagem, eles acabam sendo incinerados ou lançados diretamente na natureza, às margens de rios, estradas e rodovias. De acordo com Laurindo Faria, educador do Senar/MS que irá ministrar o mesmo curso no município de Costa Rica, quando estes resíduos são dispostos de maneira incorreta podem trazer sérios danos ao meio ambiente e à saúde. “O descarte do lixo em rios ou solo pode contribuir para a proliferação de roedores, que são transmissores de doença”, alerta Laurindo.

Boas práticas

Reaproveitamento de resíduos orgânico na forma de adubo, utilização de pastagens adequadas a cada tipo de solo, destinação correta do lixo e utilização de maquinários de forma adequada são algumas das ações diárias que o homem do campo pode adotar em sua propriedade, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

O educador do Senar/MS, Laurindo Faria, enfatiza que será repassado aos alunos o seguinte conceito: “A ideia é lembrar os ‘três erres’ – reduzir o números de resíduos, reutilizar o que for possível e reciclar o resto”

Serviço

O curso Educação Ambiental no Campo acontece de 27 a 28 de outubro na Escola Agrícola Três Barras, em Campo Grande, e nos dias 26 a 27 de outubro, em Costa Rica/MS. O município de Bataguassu/MS recebe nos dias 25 e 26 desse mês, o curso Família e Qualidade de Vida e Controle de Orçamento. Em Caarapó, de 27 a 29 da próxima semana, haverá o curso de Manejo de Pastagens e de 25 a 29 de outubro, o Senar/MS oferece o curso de Inseminação Artifical em Naviraí.

As informações são da assessoria de imprensa da Famasul/Senar-MS.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink