Curso em Cuiabá (MT) apresenta vantagens da integração lavoura/pecuária

Agronegócio

Curso em Cuiabá (MT) apresenta vantagens da integração lavoura/pecuária

Por:
1 acessos

Os desafios, as oportunidades e as experiências da integração agricultura/pecuária com a utilização do plantio direto serão amplamente discutidos no Curso Integração Lavoura-Pecuária em Sistema de Plantio Direto no Cerrado, programado para os dias 24 e 25 de fevereiro, no Auditório da Famato, em Cuiabá (MT). A programação é intensa e diversificada, incluindo o manejo de solos, relatos de produtores rurais, implementos e adequação de maquinários, benefícios ambientais, culturas mais indicadas, produção de volumoso e de palhada, genética e manejo animal.

“A integração agricultura/pecuária em plantio direto possibilita recuperação mais rápida das pastagens e beneficia os produtores rurais que desejam diversificar suas atividades, evitando perdas de solo e fertilizantes, problemas com fungos e outros problemas inerentes ao sistema tradicional de cultivo. Se avaliado e tratado de maneira correta pelo pecuarista e agricultor, a técnica pode levá-los a uma parceria interessante e lucrativa, inclusive com a possibilidade de contar com as pastagens no período seco”, assinala Cristina Delicato, do Sindicato Rural de Tangará da Serra, uma das entidades promotoras do evento.

As vagas para o Curso Integração Lavoura-Pecuária em Sistema de Plantio Direto são Limitadas. Inscrições antecipadas: R$ 90,00; associados da APDC, CATs e Sindicato Rural de Tangará da Serra: R$ 70,00; Estudantes: R$ 45,00.

Os valores devem ser depositados na conta corrente do CAT Sorriso: Banco do Brasil, Agência 1492-3, conta corrente 16609-X a/c CNPJ 05301 071/0001-48. Encaminhar comprovante de depósito e dados cadastrais para o fax (65) 325-0142.

O curso é uma promoção dos Clubes Amigos da Terra de Sorriso e Parecis e realização da Associação de Plantio Direto no Cerrado (APDC), Sindicato Rural de Tangará da Serra, Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Embrapa, Secretaria de Desenvolvimento Rural e Governo do Estado do Mato Grosso.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink