Custo de produção de suíno sobe 3,46% no ano

Agronegócio

Custo de produção de suíno sobe 3,46% no ano

O valor é o mais alto registrado neste ano
Por:
925 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Os custos de produção de suínos aumentaram 3,46% no mês de agosto em comparação com julho, segundo o ICPSuíno/Embrapa, chegando aos 174,19 pontos, valor mais alto registrado neste ano.

O índice é divulgado mensalmente pela Central de Inteligência de Aves e Suínos (CIAS) da Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), unidade descentralizada da empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a partir de resultados de custos da produção de suínos em Santa Catarina, maior produtor nacional.

O aumento em agosto foi devido, principalmente, à variação de preços ocorrida na alimentação (2,61%) e na sanidade (0,74%). Na alimentação, os aumentos se concentraram no milho (1,50%), no farelo de soja (0,33%) e nos núcleos vitamínicos e minerais tipo pré II (44,27%) e terminação II (24,24%). No grupo sanidade, as vacinas tiveram variações, chegando a 40,7% apenas a imunização para tríplice reprodutiva. No ano, o ICPSuíno acumula queda de 0,86%.

Já o ICP Frango também calculado pela Embrapa chegou ao 4º mês consecutivo de queda, marcando 157,61 pontos em agosto, queda de 2,41% em relação a julho. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink