Custodiados colhem milho no Tocantins
CI
Imagem: Governo do Tocantins
SOCIAL

Custodiados colhem milho no Tocantins

Atividade reduz dias na pena em troca do trabalho
Por: -Eliza Maliszewski

Reeducandos da Casa de Prisão Provisória, de Palmas (TO), realizaram a colheita de milho no Museu Histórico do Tocantins, o Palacinho. A atividade faz parte do plano de reintegração social e desconta dias da pena.

“A atividade seguiu todos os protocolos de segurança do Sispen/TO. Nós trouxemos três pessoas privadas de liberdade que terão, além da remissão de suas penas, o pagamento pelos serviços prestados”, explicou o Agente de Execução Penal, Eliézer Pereira Barbosa.

O milho colhido pelos custodiados será destinado ao replantio no Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã (CRSLA), em Cariri do Tocantins, para a produção de ração para os animais da unidade na suinocultura e piscicultura desenvolvidas dentro do estabelecimento penal.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.