Debate sobre sustentabilidade do agronegócio

Agronegócio

Debate sobre sustentabilidade do agronegócio

Faculdade de Tecnologia CNA, que funciona no Palácio da Agricultura, em Brasília, foi palco de um debate sobre “Sustentabilidade do Agronegócio na Prática”.
Por:
522 acessos

Na noite desta terça-feira, 31 de maio, a Faculdade de Tecnologia CNA, que funciona no Palácio da Agricultura, em Brasília, foi palco de um debate sobre “Sustentabilidade do Agronegócio na Prática”.  Aproximadamente 100 alunos do 1º, 3º e 5º semestres do Curso de graduação em Tecnologia em Agronegócio tiveram a oportunidade de ouvir palestras e debater com os professores. “Nem sempre temos tempo de participar desse tipo de discussão em sala de aula. A dinâmica do evento facilita o entendimento e a reflexão”, conta Priscila Vieira de Azevedo, aluna do 5º semestre do curso de graduação.

A abertura da II Jornada Acadêmica foi realizada pelo Diretor da Faculdade de Tecnologia CNA, Abdon Soares de Miranda Júnior. “Essa faculdade nasceu sob a égide de instituições sagradas, como a CNA, o SENAR e o Instituto CNA. Essas entidades fizeram a história do setor agropecuário deste país. É uma oportunidade única para nossos alunos debaterem a sustentabilidade do setor com quem entende de agronegócio”, disse.

O primeiro palestrante da noite, Rafael Alberton, assessor técnico da CNA, que traçou o  cenário econômico e sustentável do agronegócio,  com números e histórias ocorridas ao longo dos anos. “O Brasil é a sétima maior economia do mundo. Somos uma potência mundial. Dos 10 principais produtos que o Brasil exporta hoje, 8 estão relacionados ao setor agropecuário”, enfatizou.

O assessor técnico disse também que a tecnologia é a base do desenvolvimento da agropecuária brasileira nos últimos 40 anos. Segundo dados da CNA, no período, a produção cresceu 345,2%, enquanto a área plantada cresceu apenas 56,5%. Ou seja, a produtividade evoluiu 184,5%. “Temos tecnologia, produtividade e consciência ambiental. Mas, no momento, enfrentamos a inflação, que está em 10,7% ao ano e isso afeta o índice geral de preços e o setor como um todo”, explicou Rafael Alberton.

Outro palestrante da noite, Fernando Rati, professor da Faculdade, falou sobre o caso de sucesso do selo “algodão sustentável”.

Segundo Fernando Rati, a área plantada de algodão reduziu muito de um ano para o outro. A safra 2014/15 apresentou uma redução média de área cultivada de 8% e uma consequente redução de produção de 7,4% em relação à anterior. “Estamos reféns do preço nacional e internacional. Mas temos trabalhado para tornar a cotonicultura brasileira cada vez mais competitiva e reconhecida pela sua qualidade e responsabilidade social e ambiental, tanto no cenário nacional quanto internacional. Hoje o algodão brasileiro tem selo de qualidade e é adquirido pelas melhores marcas internacionais para confecção de roupas e outros itens”, afirmou o assessor.

Os professores Daniel Trento e Fabiano Cóser fizeram a mediação do debate. Os docentes presentes no evento, além dos palestrantes e debatedores: Camila Soares Braga, Emmanuel Aldano de França Monteiro, Joaci Franklin de Medeiros, José Geraldo Campos Trindade, Muro Ribeiro Barbosa e Tafarel Carvalho de Gois.
Palavra dos alunos

“As palestras nos deram uma visão mais ampla e sistemática do agronegócio. Sairemos dessa faculdade como médicos clínicos gerais, prontos para escolher uma especialização. Debates como este são fundamentais para enriquecer a nossa jornada acadêmica” – Glauber Gomes, estudante do 3º semestre do Curso de graduação em Tecnologia em Agronegócio.

“Os alunos só tem a ganhar por esse contato com profissionais tão competentes e especializados, que entendem do setor. Gostei da dinâmica do evento” – Olivan de Jesus, estudante do 5º semestre do Curso de graduação em Tecnologia em Agronegócio.

“Há um tempo, tivemos um passeio para uma fazenda. E hoje, em sala de aula, conseguimos ter um panorama geral dos valores e da colocação do setor perante o mundo inteiro” – Gleybson Oliveira dos Santos, estudante do 1º semestre do Curso de graduação em Tecnologia em Agronegócio.

Continuação do debate

A II Jornada Acadêmica termina nesta quarta, dia 01/06. Confira a programação:
Das 19h15 às 20h45 – Palestra nº 1: Sustentabilidade Econômica na Agricultura Moderna. Apresentador: Alan Malinski (Núcleo Agrícola CNA)
Das 20h45 às 21h – Coffee Break
Das 21h00 às 22h – Debate / Palestrantes e Professores FATECNA

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink