Dejetos de suínos viram energia e adubo em São Gabriel (RS)

Agronegócio

Dejetos de suínos viram energia e adubo em São Gabriel (RS)

Os dejetos suínos são decompostos por bactérias num processo anaeróbico em biodigestores
Por:
2 acessos

Dejetos de suínos estão sendo transformados em energia e adubo no município que tem o maior rebanho de Mato Grosso do Sul, São Gabriel do Oeste. Segundo informações da assessoria de imprensa do governo. Os dejetos suínos são decompostos por bactérias num processo anaeróbico em biodigestores; todo gás metano liberado é canalizado e pode movimentar geradores de energia ou engarrafado para uso doméstico. A massa que resta é um adubo rico em nitrogênio e matéria orgânica, segundo explicação do veterinário João Antônio Rodrigues de Almeida, da Cooasgo (Cooperativa Agropecuária de São Gabriel do Oeste).

Assim os criadores conseguiram equacionar a questão ambiental, uma das principais preocupações na atividade e têm, perspectiva de lucro em médio prazo. O método tem aprovação e o incentivo da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, segundo o secretário José Elias Moreira, que na semana passada visitou o município para conhecer o projeto.

Se depositados de forma inadequada na natureza, os dejetos suínos poluem rios e mananciais, além de liberar gás metano –responsável pelo efeito estufa. Os chamados biodigestores usados na técnica são custeados pela empresa canadense, a AgCert, que exige em troca os dejetos da granja durante sete anos. Passado esse período o criador passa a ter participação nos lucros obtidos com a venda dos títulos.

A recompensa vem em créditos de carbono, moeda verde criada pelo Protocolo de Kyoto em que países desenvolvidos e poluidores pagam por projetos que preservem a camada de ozônio.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink