Demanda de milho mantém busca pelo estoque do governo federal

Agronegócio

Demanda de milho mantém busca pelo estoque do governo federal

O pouco milho que se mantém na mão da iniciativa privada tem sido destinado, sua maioria, à exportação
Por:
1097 acessos
O mercado de milho na sexta-feira (14) registrou poucos negócios, os compradores continuam ativos no mercado, porém, a demanda segue bastante escassa. O pouco milho que se mantém na mão da iniciativa privada tem sido destinado, sua maioria, à exportação, já que foi reservado para a comercialização externa por meio dos leilões PEP.

A demanda tem buscado a compra do grão do governo por meio dos leilões de venda e dos VEPs. O último leilão foi realizado pela Conab na quinta-feira (13) para a venda de aproximadamente 100 mil toneladas de milho em Mato Grosso do Sul. Foi comercializado aproximadamente 72% e muitos lotes foram negociados com ágio em seus preços iniciais. Este resultado mostra a forte demanda existente no mercado brasileiro, que deve ser mantida até a colheita da primeira safra e início do plantio da segunda safra.

Para esta semana, o governo realizará mais leilões de venda de milho de seus estoque, porém, o mercado dificilmente tende a recuar, já que as fortes chuvas devem impedir a colheita da safra nova.

Na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT, sigla em inglês) foi um dia de realização de lucros frente aos ganhos realizados nesta semana, no entanto, no fim da sessão houve inversão de tendência e as primeiras posições fecharam no positivo. O relatório de oferta e demanda divulgada pelo Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, sigla em inglês) trouxe aperto nos estoques americanos, o que deve manter o mercado em tendência de alta até o surgimento de notícias baixista, que dificilmente deve ocorrer, já que a Argentina deve registrar perdas de produção e a demanda continua aquecida.

O primeiro vencimento do milho fechou o dia com ganhos de 6,2 pontos sendo cotado a US$ 6,48/bs, o segundo vencimento, de março de 2011 fechou o dia a US$ 6,58/bs, ganho de US$ 0,06/bs.

Nesta segunda-feira (17) não haverá Análise de Mercado devido ao feriado nos Estados Unidos.
A análise do milho é produzida diariamente pela Gerência de Estudos Técnicos e Econômicos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

Gerente de Estudos Técnicos e Econômicos: Edson Alves Novaes
Autor do artigo e responsável técnico: Leonardo Machado
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink