Demanda deve pressionar fertilizantes em canaviais

ESTIMATIVA

Demanda deve pressionar fertilizantes em canaviais

“O avanço das cotações dos fertilizantes e a queda dos preços do açúcar levaram a um recuo nos volumes das entregas em 2018"
Por: -Leonardo Gottems
155 acessos

A menor demanda no mercado de açúcar, com a relação de troca desfavorável, pode acabar pressionando o uso de fertilizantes nos canaviais. De acordo com a INTL FCStone, o baixo patamar de preço do açúcar e balanço apertado no mercado de fertilizantes têm sido os principais determinantes para essa situação. 

A consultoria informou que as relações de preço entre o açúcar VHP FOB Santos e os principais fertilizantes se mostraram mais desfavoráveis aos agricultores, tanto no comparativo anual quanto em relação à média dos últimos 3 anos. Nesse cenário, é possível que a quantidade de adubos adquirida por usinas permaneça menor ante ao ano passado. 

“O avanço das cotações dos fertilizantes e a queda dos preços do açúcar levaram a um recuo nos volumes das entregas em 2018. Em São Paulo, principal estado produtor de cana-de-açúcar do Brasil, as entregas de fertilizantes recuaram 12% em setembro e 6% em outubro, refletindo o enfraquecimento das cotações do açúcar no período. No acumulado deste ano, essa retração alcança 4,7%”, afirma a consultoria. 

Outro dado divulgado pela INTL FCStone indica que o avanço das cotações do gás natural, essencial para a produção de amônia, ureia e do monoamônio fosfato (MAP), para suas máximas desde 2008 em algumas regiões importadoras foi um dos principais fatores altistas para o mercado de fertilizantes. Segundo o analista da consultoria, Matheus Costa, o avanço de 26% das cotações do Cloreto de Potássio (KCL) decorreu dos cortes de produção e demanda firme. 

“O contrato contínuo do #11 atingiu as mínimas de 10 anos no fim de setembro na ICE/NY, pressionado por fatores técnicos, pelo contexto de forte depreciação do real ante ao dólar e, por fim, pela implementação dos subsídios à exportação do produto pelo governo da Índia. Justamente neste período, a relação de troca entre o VHP FOB Santos e os principais adubos atingiu seu ápice”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink