Demanda por semente de pastagem cresce e aumenta gastos de produtores leiteiros no Mato Grosso

Agronegócio

Demanda por semente de pastagem cresce e aumenta gastos de produtores leiteiros no Mato Grosso

Semente mais utilizada no Estado é a de braquiária
Por:
351 acessos

Semente mais utilizada no Estado é a de braquiária

As recentes chuvas ocorridas em Mato Grosso apontam para o período de reforma das pastagens. Nesse sentido, a semente mais utilizada no Estado é a de braquiária, que no último mês (agosto) apresentou considerável aumento no seu preço, desfavorecendo a relação de troca entre o leite e a semente. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a situação é comum no período perto das “águas”, que traz aumento na demanda pela semente e encarece o produto.

Segundo o instituto, o produtor precisou despender 13,8 litros de leite para adquirir um quilo dessa semente em agosto, portanto, aumento de 50% frente a julho, quando eram necessários 9 litros. Por outro lado, conforme o Imea, no comparativo anual, o preço pago ao produtor valorizou 42% e o quilo da semente de braquiária, 16,4%. “Portanto, é fundamental o planejamento na hora da reforma do pasto, pois qualquer tomada de decisão pode elevar ainda mais os custos de produção”, alertam os especialistas. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink