Desempenho das carnes na terceira semana de novembro

Agronegócio

Desempenho das carnes na terceira semana de novembro

As exportações de carnes da terceira semana de novembro apresentaram ligeira melhora em relação à semana anterior
Por:
245 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Mesmo sem atingir o patamar observado na primeira semana do mês, as exportações de carnes da terceira semana de novembro (13 a 19, quatro dias úteis) apresentaram ligeira melhora em relação à semana anterior. Isso contribuiu, também, para uma melhora dos resultados acumulados nos primeiros 12 dias úteis do mês (de um total de 20 dias úteis). Assim, a receita média diária, da ordem de US$60,479 milhões, ficou 8,3% acima da registrada em outubro passado, ao mesmo também que caiu o índice de redução em relação a novembro de 2015.

A maior contribuição, no caso, continua vindo da carne suína, cujos embarques até aqui (38 mil toneladas) sinalizam volume mensal em torno das 63,3 mil toneladas, resultado que, se confirmado, significará aumento de quase 20% sobre o mês anterior e de, praticamente, 15% sobre o mesmo mês do ano passado.

A carne bovina, infelizmente, continua sinalizando resultado negativo tanto em relação ao mês anterior quanto ao mesmo mês de 2015. Seus embarques, até agora, estão próximos (mas aquém) das 50 mil toneladas. O que, projetado para a totalidade de novembro indica volume total de 82,7 mil toneladas – quase o mesmo que o exportado em outubro último (83,4 mil toneladas), mas 17% a menos que as 99,8 mil toneladas de novembro de 2015.

Por fim, a carne de frango, com embarques de 180,6 mil toneladas em 12 dias, sinaliza total mensal de pouco mais de 300 mil toneladas. Um desempenho que, atingido, significará aumento de 9% sobre o mês anterior (276,3 mil toneladas), mas estará mais de 12% aquém das 343,6 mil toneladas alcançadas em novembro do ano passado. 

A registrar, como acontecimento alvissareiro, que as três carnes vêm obtendo aumento no preço médio. Isto, tanto em relação ao mês anterior quanto ao mesmo mês do ano passado. E, novamente, é a carne suína a quem vem obtendo os melhores ganhos de preço.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink