Desempenho das carnes nas duas primeiras semanas de março
CI
Agronegócio

Desempenho das carnes nas duas primeiras semanas de março

A despeito da expansão, os dados relativos à primeira semana do mês (US$112,367 milhões em apenas um dia útil) sugerem a inclusão, no resultado, de “restos” relativos ao mês anterior
Por:
Os dados divulgados pela SECEX/MDIC revelam que, nas duas primeiras semanas de março (ou seis primeiros dias úteis, de um total de 20 dias úteis), as exportações de carnes geraram receita média diária de US$71 milhões, o que significa incrementos de 5,2% e 18,2% sobre, respectivamente, o mês anterior (US$67,467 milhões em fevereiro passado) e o mesmo mês do ano passado (US$60,052 milhões em março de 2012).


A despeito da expansão, os dados relativos à primeira semana do mês (US$112,367 milhões em apenas um dia útil) sugerem a inclusão, no resultado, de “restos” relativos ao mês anterior. Assim, o resultado efetivo pode estar sendo inferior ao apontado.

Em relação especificamente à carne de frango – produto in natura, exclusivamente – a SECEX/MDIC aponta, em seis dias, exportações que totalizam 90.165 toneladas, o que – para um mês de 20 dias úteis – sinaliza embarque total de 300 mil toneladas contra, por exemplo, 263,7 mil toneladas em fevereiro passado ou mais de 335 mil toneladas em março de 2012 – este, aliás, o segundo maior volume mensal de carne de frango in natura de toda a história das exportações.


Não se pode esquecer, entretanto, que também nos resultados da primeira semana do mês pode haver sobras repassadas do mês anterior. Se isso estiver ocorrendo, as exportações de carne de frango in natura de março corrente tendem a ficar novamente (pelo terceiro mês consecutivo) aquém das 300 mil toneladas.

Porém, o que mais chama a atenção em relação a esses seis primeiros dias de embarques de março é o preço médio obtido pela carne de frango: US$2.105,15 por tonelada, o que – aí sim – configura novo recorde nas quase quarentonas (começaram em 1975) exportações brasileiras de carne de frango.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.